A iniciativa visa atender trabalhadores maiores de 18 anos inseridos ou não no mundo do trabalho, por meio de processo de certificação profissional gratuito.

O Ministério da Educação (MEC) lançou, nesta quinta-feira (23), às 10h, um pacote de ações para o fortalecimento da Educação Profissional e Tecnológica. O anúncio foi realizado no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), durante abertura da Semana Nacional da Educação Profissional e Tecnológica, evento comemorativo aos 112 anos do ensino profissional no país.

Entre as medidas para potencializar e ampliar essa modalidade de ensino está o lançamento do edital de adesão ao Sistema Nacional de Reconhecimento e Certificação de Saberes e Competências Profissionais (Re-Saber) no âmbito doMEC, criado em janeiro desse ano.

Por meio desse edital, as instituições de educação profissional de todo o país poderão aderir ao programa de capacitação para implementação [GSM1] Re-Saber: Projeto Oficinas do Re-Saber, ação realizada em parceria com o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC).

Com o Re-Saber, o Governo Federal agiliza o processo de certificação e diminui a burocracia e estimula a inclusão socioprodutiva, ao ampliar as possibilidades de inserção profissional dos trabalhadores certificados e proporciona continuidade dos estudos para elevar a escolaridade no país.

A iniciativa visa atender aos trabalhadores maiores de 18 anos inseridos ou não no mundo do trabalho, por meio de um processo de certificação profissional gratuita.

A implementação das oficinas começará nas Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Posteriormente, será estendida às redes de ensino estaduais e municipais, inclusive no âmbito do ensino militar e da Rede de Escolas Técnicas do SUS para, finalmente, abarcar as instituições privadas que tiverem interesse em oferecer o processo de certificação que deve ser gratuito para os trabalhadores.

As instituições de ensino que aderirem ao Programa realizarão as certificações dos trabalhadores, constituindo regulamentação para avaliação dos conhecimentos e saberes profissionais adquiridos ao longo da vida, em espaços não escolares.

A Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) realizará o monitoramento e a avaliação da implementação do processo.

PLATAFORMA APRENDA MAIS

Entre as 14 medidas que serão anunciadas pelo MEC, está também o lançamento da Plataforma Aprenda Mais, um ambiente virtual para a oferta de cursos massivos, abertos e on-line (Cursos MOOCs), desenvolvidos pelas instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.

O projeto começou em 2020, com o objetivo de disponibilizar infraestrutura técnico-pedagógica à Rede Federal para a oferta de cursos abertos e massivos, possibilitando mais opções de qualificação para os brasileiros de forma on-line e gratuita.

A ação é fruto de uma parceria do MEC com o Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). A expectativa é de que a plataforma consiga atingir mais de 109 mil matrículas até o final deste ano, crescendo gradativamente e totalizando cerca de 820 mil matrículas, até 2025.

Evento

A Semana Nacional de Educação Profissional e Tecnológica será realizada até sábado (25) no Centro Internacional de Convenções, em Brasília. Aberto ao público, o evento conta com exposições de Institutos Federais vinculados ao MEC e a apresentação de 14 projetos da Pasta que visam incentivar o setor.

Via | Assessoria de Comunicação Social do MEC

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta