O Prefeito José Carlos do Pátio, recebeu no final da manhã desta terça-feira (21) em seu gabinete o empresário Júlio Burigo, Diretor Executivo da CREDISOL, que apresentou uma proposta de parceria para oferta de microcrédito direcionado a micros e pequenos empreendedores do setor formal e informal, entre a instituição e a Prefeitura, através do Banco da Gente.

Conforme Burigo, a CREDISOL é uma Instituição de Crédito Solidário de Criciúma (SC) que atua em mais de 150 cidades de sete estados brasileiros, oportunizando crédito para micros e pequenos empreendedores do setor formal e informal, que têm dificuldades de acesso ao crédito formal das instituições bancárias formais.

A empresa foi criada no ano de 1999 por iniciativa da Agência de Fomento de Santa Catarina S.A. – BADESC com apoio técnico do SEBRAE, para facilitar o acesso ao crédito de pessoas que trabalham por conta própria, mesmo que ainda na informalidade.

Na verdade a empresa é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP – de Microcrédito habilitada pelo Ministério da Justiça e participante do Programa Nacional de Microcrédito Produtivo e Orientado – PNMPO – do Ministério da Economia.

Ao ouvir a proposta, o objetivo do Prefeito, caso se confirme a parceria, será a criação de uma política pública de crédito, destinada a geração de emprego e renda, que fortaleça os pequenos empreendimentos e negócios por meio do microcrédito produtivo e orientado.

Pátio questionou vários pontos da proposta, se mostrou interessado, mas disse que vai aguardar o envio formal de um ‘plano de negócios’ relativos à eventual futura parceria.
Ele revelou que pretende que o plano seja avaliado tecnicamente pela sua equipe econômica e jurídica (Secretaria de Receita; Finanças e Procuradoria), já que para tanto, caso se confirme a parceria, deverá criar um Projeto de Lei do Executivo criando um ‘Fundo de Aval’, que é uma estrutura organizada para ajudar a democratizar e flexibilizar o acesso ao crédito para o micro e pequeno empreendedor, formal ou informal (urbano e rural) permitindo maior acesso a recursos que mantenham o seu negócio, o seu empreendimento.

O presidente do Banco da Gente, José Severino da Silva Neto (Nino), falou sobre os benefícios que a eventual parceria pode gerar, como inclusão social e acesso ao crédito a juros baixos, para os micros e pequenos empreendedores urbanos, e pequenos produtores rurais da agricultura familiar, incluindo também os trabalhadores informais, que normalmente encontram dificuldade de acesso ao crédito (empréstimos) junto às instituições bancárias formais regulares.

Além do Prefeito José Carlos do Pátio e do empresário Júlio Burigo e o Consultor da CREDSOL Pedro Ananias; participaram da reunião o Presidente do Banco da Gente, José Severino da Silva Neto (Nino), o Secretário de Finanças Rodrigo Silveira Lopes, Patricia Bezerra, Diretora Executiva do Banco da Gente; Fábio Rogério Apolinário, Gerente de Núcleo de Acesso ao Crédito do SEBRAE e Jaqueline Garcia Analista Técnica do Sebrae.

Via | Assessoria   Foto | Wheverton Barros
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta