O prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio, recebeu, nesta quinta-feira (9), em seu gabinete no Paço Municipal, a presidente da Região do Jambrapi – que engloba o Loteamento Jambalaia e os Jardins Brasília e Pioneiros –, Elisângela Oliveira Sousa. Acompanhado da secretária de Habitação e Urbanismo, Huani Rodrigues, da assessora jurídica da Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo (Sehau), Francielle Ferreira Becker, do engenheiro do Departamento de Averbação e Cartografia da Sehau, Vilson Alves Ferreira, e do gerente do Departamento de Desenvolvimento Imobiliário da Secretaria Municipal de Receita, Édio Gomes da Silva, o chefe o Executivo bateu o martelo a respeito da construção de um novo PSF para atender a população do Jambrapi.

Não é a primeira vez que procuramos a Prefeitura para solicitar a ampliação do PSF. O Jambrapi tem mais de 40 anos e uma população que vem crescendo. Então, temos apresentado esse pedido desde 2012, em outras gestões. Mas desta vez, o prefeito José Carlos do Pátio nos ouviu e vai nos apoiar”, comentou Elisângela.

Durante a conversa, foi sugerido que a Associação de Moradores do Jambrapi faça a doação do imóvel de sua propriedade, que é anexo ao PSF dessa região, e, em troca, o Município construa um prédio novo em outro espaço perto deste local para abrigar a Associação sob regime de concessão, já que, desta forma, desonera a entidade da manutenção do prédio, ficando ela ao encargo da Prefeitura. A ideia será levada por Elisângela aos moradores e, se estes concordarem com a solução apresentada, o Poder Público vai concretizá-la. Essa opção foi cogitada porque, inclusive, a presidente do Jambrapi pontuou que a Associação tem dificuldades de arcar com os custos de conservação do espaço.

Dentro da programação discutida, além da concessão do ambiente para abrigar a Associação, o Município vai ofertar a essa comunidade um novo PSF, maior que o atual e aproveitando a estrutura onde hoje funciona a Associação e que é próxima ao Posto de Saúde. “Com essa ampliação, o local ficará nos moldes exigidos atualmente pelo Ministério da Saúde, que estipula uma área de, pelo menos, 600 metros quadrados para o PSF”, afirma Elisângela.

Após a aprovação pela Associação de Moradores do Jambrapi, a proposta terá sequência respeitando os trâmites necessários à sua realização, conforme explica Francielle: “Tendo a concordância da comunidade, a Sehau vai dar andamento documental para efetivar a doação e a concessão e, depois dessa etapa, a Secretaria de Saúde poderá elaborar o projeto do PFS e iniciar a execução da obra”.

Pátio aproveitou o encontro para anunciar à presidente do Jambrapi que, além dessas melhorias, muito em breve, vai começar a construção de uma creche próxima ao PSF que vai acolher a comunidade desta região.

Via | Assessoria   Foto | Kawê Pires
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta