A taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por pacientes em estado grave com Covid-19 está em 44,44% nos hospitais públicos estaduais, a mais baixa de 2021, conforme dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) nesta segunda-feira (6).

Na dia 30 de agosto, o estado havia registrado o índice mais baixo até então, com 45,66%.

Em março deste ano, a taxa de ocupação chegou a 100% e mais de 100 pacientes em estado grave aguardavam na fila de espera por uma vaga de UTI.

No dia 29 de março, o número mais alto foi registrado: 214 pacientes esperavam por uma vaga.

Em abril, a fila de espera foi zerada, mas as taxas de ocupação continuavam altas, com média de 90% de ocupação diária.

Casos e óbitos

Até a tarde desta segunda-feira (6), o estado registrou 524.386 casos confirmados da Covid-19 e 13.557 mortes em decorrência da Covid-19.

Nas últimas 24 horas, foram notificadas 388 novas confirmações de casos e 11 óbitos.

Do total de casos confirmados, 5.956 estão em isolamento domiciliar e 503.924 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 228 internações em UTIs públicas e 130 em enfermarias públicas.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (107.634), Rondonópolis (37.097), Várzea Grande (36.346), Sinop (25.155), Sorriso (17.838), Tangará da Serra (17.543), Lucas do Rio Verde (15.457), Primavera do Leste (14.505), Cáceres (11.467) e Barra do Garças (10.513).

Via | G1
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta