A Prefeitura Municipal de Rondonópolis através da Secretária Municipal de Saúde, realizou no último sábado (28) a capacitação de servidores das unidades ESFs – Estratégias em Saúde da Família, para atendimento e acolhimento das pessoas autistas.

O público-alvo foram os médicos, enfermeiros, dentistas, auxiliares, coordenadores e agentes da saúde municipal. As palestras foram ministradas pela Neuropsicóloga Érica Rezende Barbieri idealizadora do Projeto Autismo na Escola.

Conforme a Neuropsicóloga, o autismo é um Transtorno do Neurodesenvolvimento, que possui suas particularidades necessitando de atendimento prioritário e especializado, considerando as necessidades e limites sensorial da pessoa autista.

Durante o evento Érica Rezende externou seu desejo por este momento: “Há alguns anos sonhei com a oportunidade de capacitar os profissionais da rede pública de saúde do meu município para o atendimento especializado à Pessoa Autista. E eles me surpreenderam, com ampla participação no evento. Ensinei e aprendi. Foi um dia de me reabastecer e acreditar que posso continuar seguindo com o Projeto seja treinando, contando nossa trajetória ou orientando a cada um que se interesse, assim como nós, por um mundo mais igualitário” disse a especialista.

Durante as 4 palestras realizadas durante o dia do evento, foram ouvidos relatos de profissionais que atuam diretamente com os autistas, que ouvindo as demandas dos seus pacientes, também repassaram sugestões, que juntas, construirão os protocolos para o atendimento especializado considerando a necessidade dos autistas.

Complementando a Neuropsicóloga externou: “sei que estamos no começo, mas não estamos sozinhos e juntos será possível produzir as mudanças que precisamos. Chorei e me emocionei com a presença de cada um; não contive as lágrimas, aliás são anos nessa caminhada onde tantas portas se fecharam e não éramos ouvidos. A esperança renasce quando pessoas acreditam na causa como nosso Secretário de Saúde Vinícius Amoroso que aceitou meu pedido me dando essa oportunidade tão sonhada. Agradeço a presença de cada profissional, assim como o apoio de toda sua equipe: a Thaysa Barbosa, Supervisora de Atenção a Saúde e a Magda Aires, da Atenção Básica da Saúde, bem como a todos os envolvidos neste grande evento, como os profissionais que atuam na UPA, CRAS e no CAPS Infantil”, pontuou.

O secretário Vinícius Amoroso, falou sobre a importância dessa qualificação profissional: “O primeiro passo é praticar a empatia, pensando nas necessidades e nos obstáculos vivenciados por cada indivíduo. Visto que no autismo não existe uma regra, pois cada caso é um mundo particular. Assim como, garantir políticas públicas eficientes destinadas à prevenção e à promoção da saúde” externou.

Via | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta