Gerente foi rendido por três ladrões ao chegar em casa para almoçar e tomar banho. Para conseguir o dinheiro, os criminosos alegaram que sabiam onde a mulher e os filhos dele estavam.

Um gerente de uma agência bancária foi ameaçado por assaltantes nesta quarta-feira (25) no Distrito de União do Norte, em Peixoto de Azevedo (MT). De acordo com a Polícia Militar, três homens invadiram a casa dele no intervalo do almoço do gerente e o ameaçaram. Um dos suspeitos foi morto por um policial no final do dia quando buscaria uma sacola com dinheiro.

Eles queriam que, ao final do expediente, o gerente fizesse a entrega de uma sacola com R$ 250 mil. Para conseguir o dinheiro, os criminosos alegaram que sabiam onde a mulher e os filhos dele estavam e supostamente monitoravam a família da vítima.

O gerente disse à polícia que foi até a casa para almoçar e tomar banho quando foi surpreendido pelos criminosos.

A vítima foi imobilizada e teve uma faca colocada no pescoço. Ele foi agredido e ameaçado pelos assaltantes.

Os ladrões disseram que queriam que o gerente retirasse R$ 250 mil da agência e entregasse a eles no final do expediente em um local combinado.

O gerente foi liberado e voltou para a agência. Mesmo assustado, conseguiu avisar a mulher dele sobre a situação. A polícia foi comunicada e entrou em contato com o gerente.

No momento da entrega do valor combinado, um policial estava deitado no carro do gerente aguardando os criminosos.

Um homem se aproximou do automóvel para buscar o dinheiro, mas percebeu a presença do policial. Ele tentou atirar e foi baleado duas vezes pelo policial.

Os policiais socorreram o suspeito até o hospital, mas ele não resistiu. Um revólver calibre 32 estava com ele.

Buscas foram feitas na região, mas os outros assaltantes não foram localizados. O caso será investigado pela Polícia Civil de Mato Grosso.

Via | G1
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta