A indústria é um dos setores que mais contribuem para o desenvolvimento econômico e social do país, representando atualmente 20,4% do PIB brasileiro. Além de ser um dos segmentos que oferece os salários mais altos, a indústria tem grande influência no fortalecimento da economia, a cada R$ 1 produzido, são gerados R$ 2,43 adicionais na economia, é o que afirma o levantamento feito pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), sobre o perfil das indústrias no Distrito Federal e nos 26 estados do Brasil.

A importância da Indústria para os estados

Em cada estado do país a atuação da indústria se destaca de uma forma diferente. São Paulo, por exemplo, é o estado brasileiro com maior número de indústrias, são mais de 121 mil estabelecimentos industriais em toda região, ainda segundo a pesquisa.

Enquanto isso, a indústria de Santa Catarina, que tem como principais setores a indústria de construção, alimentos, serviços industriais de utilidade pública, vestuário e máquinas e materiais elétricos, tem uma forte participação no emprego formal da região. Sozinho, ele emprega mais de 804 mil pessoas e representa 34% do emprego formal do estado. Já o Amazonas tem a maior participação no PIB industrial, com 34,3% de participação no estado e 2,2% no PIB Industrial do Brasil.

Aceleração da modernização industrial 

A tecnologia sempre foi uma grande aliada do setor, oferecendo praticidade e modernização nos processos de produção. Embora essa mudança já fosse esperada, desde a chegada da pandemia essa tendência vem sofrendo uma grande aceleração, exigindo que as indústrias ajam mais rápido e busquem alternativas que atendam as demandas do atual mercado, que também mudou sua forma de consumo diante da crise.

Como se adaptar à nova realidade

Embora não exista um padrão, pois o aperfeiçoamento do setor produtivo deve ser baseado no segmento e singularidade de cada indústria, o primeiro passo é estudar as possibilidades que existem no mercado e quais trariam melhores resultados. Inteligência artificial, armazenamento em nuvem e softwares são algumas ferramentas que auxiliam no processo de modernização, além de tornar o setor mais produtivo e proativo, também é possível aperfeiçoar a qualidade do produto e controlar os processos de forma remota.

Junto com o uso de novas tecnologias, ter bons equipamentos também dinamizam a produção industrial, mas ter acesso a um equipamento novo de alta qualidade nem sempre é algo possível. Uma alternativa muito útil nesse caso é optar pela compra de equipamentos usados, a EquipNet, empresa norte-americana com mais de 20 anos que auxilia seus clientes no processo de negociação de equipamentos industriais usados ou desativados, oferece essas vantagens ao comprador, que pode adquirir equipamentos de marcas líderes e em ótimo estado de conservação com um valor acessível.

Outra alternativa é realizar a venda dos equipamentos que serão substituídos. Dessa forma é possível evoluir os processos de produção, além de ter uma economia significativa. Segundo Roberta Bosignoli, gerente de operações e de desenvolvimento de negócios da EquipNet, que também oferece esse serviço de venda de equipamentos, essas são alternativas para a indústria se manter em vantagem competitiva e se destacar no mercado.

“O mercado vem evoluindo cada vez mais rápido e as indústrias precisam apostar em novas alternativas que aprimorem o processo de produção. A compra e venda de equipamentos usados, além de ser uma alternativa mais econômica, é uma forma de aprimorar a performance de uma indústria e conseguir retornos muito positivos. E esse é um processo que é facilitado pela EquipNet, nós oferecemos assistência em todo o processo, seguindo seguindo todos os trâmites jurídicos e legais das empresas em um processo organizado para a saída e entrada de equipamentos, alinhado com as exigências de compliance das organizações”, afirma.

Saiba mais em: https://www.equipnet.com/pt/

Sobre a EquipNet

A EquipNet é uma empresa norte-americana com mais de 20 anos de atividade, que atua globalmente auxiliando seus clientes durante todo o processo de negociação de equipamentos usados/desativados. Com escritório no Brasil, a empresa tem a expertise de conduzir o gerenciamento da negociação entre os vendedores e potenciais clientes, garantindo avaliação justa dos equipamentos. Atua em mais de 20 segmentos como alimentício, farmacêutico e P&D, atendendo desde pequenas empresas até corporações multinacionais.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta