O deputado estadual Valdir Barranco (PT), afastado há três meses para tratamento contra a Covid-19, retorna às atividades da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), nesta quarta-feira (26). O parlamentar perdeu 27 quilos durante o processo de recuperação.

Valdir disse que ainda está com 70% do pulmão lesionado, mas segue em tratamento de recuperação pós-Covid em casa, com sessões diárias de fisioterapia pulmonar e fonoaudiologia.

O deputado recebeu alta hospitalar e voltou para casa no dia 5 deste mês. Já em casa, ele conseguiu recuperar 9 quilos perdidos durante a internação.

A assessoria do deputado informou que ele ainda não está autorizado a voltar ao trabalho presencial, mas já pode trabalhar à distância. Ele participa de sessão ordinária desta quarta-feira (26), às 10h.

“Volto à iniciar aos poucos as minhas participações nas sessões da Assembleia. Ontem (25), já tive as consultas com os médicos, e eles me liberaram para gradativamente ir voltando às atividades remotas. Ainda não posso presencialmente, pois estou restrito e não posso ter contatos externos durante 60 dias. Ainda assim, é um momento de muita alegria poder voltar depois de tanto tempo longe”, disse.

Meses de tratamento

O parlamentar contraiu a doença no dia 11 de fevereiro. Inicialmente, foi isolado em tratamento domiciliar. Porém, no dia 15, seu quadro clínico apresentou piora e ele teve que ser internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), de Cuiabá. Cinco dias depois, no dia 20, apresentou outra piora e precisou ser intubado.

Em 22 de abril, com complicações agudas, a família e a equipe médica que o acompanhava decidiram pela sua transferência para um hospital referência no tratamento de Covid-19 em São Paulo.

Valdir Barranco saiu da UTI para um quarto na enfermaria depois de 52 dias. Porém, uma intercorrência infecciosa o levou de volta para a atenção semi-intensiva, em razão das dificuldades respiratórias, onde ficou lá por alguns dias e retornou para a enfermaria.

Já no início deste mês ele recebeu alta e voltou para casa.

Via | G1
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta