A Santa Casa Rondonópolis, prestes a completar 50 anos, comunica o início dos serviços de Radioterapia, tornando assim, o suporte e o atendimento do paciente oncológico mais completo.

A obra, entregue em julho de 2020, fruto do “Projeto de Expansão da Radioterapia” do Ministério da Saúde, exigiu diversos esforços até estar preparada para o início dos atendimentos, criação de protocolos, contratação e treinamento de equipe, regulagens e testes de equipamentos e a extensa documentação exigida por diversos órgãos regulamentadores e fiscalizadores.

Finalmente, nesta terça-feira (13), a certificação oficial do Conselho Nacional de Energia Nuclear – CNEN foi entregue e o hospital liberado para o atendimento aos pacientes.

Com a Radioterapia, o Hospital do Câncer de Rondonópolis passa a atender agora 25 municípios das regiões Sul e Sudeste, englobando 800 mil habitantes. Até o momento, o único hospital a ofertar o mesmo tipo de tratamento no Mato Grosso, fica na capital, Cuiabá. A partir de agora, a população não precisa mais se deslocar para realizar o tratamento, contando com um serviço humanizado, com foco na qualidade e segurança do paciente.

A conquista é a concretização de um esforço de mais de 12 anos de diversas autoridades, membros de entidades de classe e da sociedade rondonopolitana. “O Hospital do Câncer da Santa Casa Rondonópolis, habilitado no Sistema Único de Saúde como UNACON, fecha o ciclo, tornando-se um centro integrado de tratamento oncológico, equiparado aos hospitais e grandes centros de referência nacional”, concluiu a Superintendente da Santa Casa Rondonópolis, Bianca Talita Franco.

Via | Assessoria

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta