A Prefeitura de Rondonópolis está participando do Global Mayors Challenge 2021, uma competição mundial entre municípios, que identificará e acelerará as ideias e soluções urbanas mais ambiciosas desenvolvidas pelos municípios com mais de 100 mil habitantes em todo o mundo, premiando com US$ 1 milhão de dólares, as 15 soluções mais inovadoras para transformar as cidades após a pandemia da Covid-19.

segundo informações da Secretária Municipal de Ciências e Tecnologia da Inovação Neiva de ColRondonópolis, está presente nessa competição, participando com um projeto que marcará o posicionamento da administração municipal como um polo de incentivo à pesquisa e ao desenvolvimento científico, onde, caso consigamos ficar entre as 15 cidades premiadas, a cidade poderá ser projetada como uma referência internacional no estado.

Para inscrição na competição, a secretaria reuniu o ecossistema científico de Rondonópolis, tendo a participação de universidades públicas e privadas, inventores, empreendedores e startups, para debater ideias inovadoras e criativas, bem como, soluções mais inovadoras para transformar as cidades após a pandemia da COVID-19.

Os temas sugeridos para abordagem nesta edição do Mayors Challenge são: Saúde e bem-estar; Clima e meio ambiente; Recuperação econômica e crescimento inclusivo e, Boa Governança e igualdade.

O parecer e opinião do Prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio e seu conhecimento acerca das adversidades e necessidades da cidade selecionou entre 10 propostas, uma mais viável para inscrição ao Global Mayors Challenge 2021, que foi: o “Kit de Geração de Energia Solar para Rede de Iluminação Pública de Rondonópolis” que está inserido nos temas: Clima e Meio Ambiente e, Recuperação Econômica e Crescimento Inclusivo, considerando os problemas e insuficiências de nosso município. Os autores do projeto são: Diego Henrique de Andrade Santos Siqueri; Deise Oliveira Rhoden e Zareif de Souza Dib, alunos do SENAI.

5ª EDIÇÃO
O Global Mayors já está em sua 5ª Edição e é uma competição mundial desenvolvida para estimular ideias inovadoras e replicáveis para melhorar as cidades e as vidas das pessoas que vivem nelas, incentivando os líderes a pensar fora da caixa sobre como enfrentar seus desafios mais difíceis. Ele foi idealizado pela Bloomberg Philanthropies; uma empresa global de informações financeiras e notícias, que trabalha para melhorar a vida de milhões de pessoas em mais de 810 cidades de 170 países.

Ela também investe em programas importantes de filantropia para melhorar a qualidade de vida ao redor do mundo, tem uma força de trabalho diversa e inclusiva e é considerado o mais ambicioso e de maior alcance social até hoje.

Lembrando que a Covid-19 mudou a vida diária das pessoas em todo o mundo e exigiu que as cidades fizessem mais com menos recursos, do que nunca. No entanto, mesmo em face de uma crise de saúde pública, agitação social, enormes déficits orçamentários e crescentes desastres climáticos, prefeitos do mundo todo estão inovando e tomando medidas ousadas para enfrentar os desafios mais urgentes de suas cidades.

Depois de descobrir as 50 soluções urbanas mais inovadoras na esteira do Covid, o desafio premiará 15 vencedores do grande prêmio, com US$ 1 milhão cada – para ajudar as cidades a implementar suas ideias inovadoras e, em última instância, espalhar essas ideias para outras cidades em uma escala global. Essas ideias podem estar em qualquer estágio de implementação, mas devem ter o potencial de impacto significativo e a capacidade de se espalhar para outras cidades.

Via | Assessoria   Foto | Wheverton Barros
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta