O prefeito de Campo Novo do Parecis, a 391 km de Cuiabá, Rafael Machado, assinou um decreto flexibilizando medidas de combate à Covid-19 no município, na contramão do que decretou o governo estadual recentemente.

Até a tarde desta sexta-feira (5), segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES), o município registra 3.841 casos confirmados de Covid-19 e 41 mortes em decorrência da doença.

No documento, o prefeito argumenta que a redução do funcionamento do comércio aos finais de semana pode causar efeito contrário e ocasionar maior aglomeração, não só no interior, mas também externamente, com o surgimento de filas nos estabelecimentos.

Além disso, segundo o prefeito, o município possui economia predominantemente agrícola, com destaque para a produção de soja que se encontra em plena safra, sendo que o horário extremamente reduzido prejudicaria diretamente esse processo, além de inviabilizar totalmente o comércio local eminentemente noturno, trazendo severas consequências |à economia local.

Segundo o decreto, todas as atividades e serviços poderão funcionar de segunda a domingo, das 5h às 21h.

Farmácias, serviços de saúde, hospedagem, transporte coletivo, transporte individual remunerado de passageiros, funerárias, postos de combustíveis (exceto conveniências), indústrias, atividades de colheita e armazenamento de alimentos e grãos, manutenção de energia, água, telefonia e coleta de lixo devem funcionar normalmente.

Eventos sociais, corporativos, empresariais, técnicos e científicos, igrejas, templos, cinemas, museus, teatros e prática de esportes coletivos são permitidos desde que tenham até 50 pessoas.

O funcionamento dos serviços na modalidade delivery fica autorizado até as 23h.

O prefeito também decretou toque de recolher entre 23h e 5h, com exceção de funcionários, prestadores de serviço e consumidores das atividades e serviços cujo funcionamento é permitido após as 21h.

Via | G1
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta