Uma falsa imobiliária foi fechada e 12 pessoas foram autuadas por exercício ilegal da profissão de corretor de imóveis durante uma operação realizada nessa quinta-feira (25) em Cuiabá pela Polícia Civil e pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Mato Grosso (Creci-MT).

A empresa, localizada no bairro Duque de Caxias, vendia consórcio em Cuiabá e no interior, mas os funcionários anunciavam ofertas de imóveis nas redes sociais.

De acordo com o delegado da Delegacia do Consumidor (Decon), Rogério da Silva, está não é a primeira vez que funcionários da mesma empresa são autuados.

Exercício ilegal da profissão de corretor de imóveis é contravenção penal previsto no artigo 47, da Lei N° 3.688/41 e a pena pode chegar a 3 meses de prisão.

Via | G1

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta