Um pai, identificado como Ademir Antonio Mateus, viu o seu filho, Henrique Mateus, de 23 anos, morrer queimado preso entre as ferragens de um caminhão logo após um acidente em uma rodovia. Ambos são caminhoneiros e estavam a caminho de Campo Novo do Parecis (a 390 km de Cuiabá).

O acidente aconteceu na última quarta-feira (3), na BR-467, na altura de Cascavel, no Paraná. Em entrevista à CATVE, o pai relatou que reduziu a velocidade de seu caminhão devido ao fluxo lento, mas o seu filho, que o acompanhava em outro caminhão, não conseguiu frear e acabou colidindo.

Segundo Ademir, o filho não teria se machucado logo após o acidente. Apenas ficou preso entre as ferragens. “Tentei abrir o caminhão para socorrê-lo. Ele me pedindo: ‘Pai, pelo amor de Deus, não deixa eu morrer’. Não teve o que fazer. Até os bombeiros quase não conseguiram abrir a porta agora depois que o fogo passou”, contou.

Há um vídeo que mostra momentos após a colisão entre os dois caminhões. No vídeo, é possível notar o desespero do pai nas tentativas de resgatar o seu filho, que grita e diz “amar a todos”. O vídeo não será divulgado em respeito a vítima e seus familiares.

Ademir e Henrique viajam juntos há cerca de três anos e viajavam para Campo Novo do Parecis em um comboio. Henrique havia comprado recentemente o seu próprio caminhão.

Via | Olhar Direto

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta