O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (DEM), garantiu na manhã desta segunda-feira (1º) que o Legislativo vai ajudar o Governo do Estado a comprar vacina contra a covid-19. Para a isso vai devolver dinheiro do duodécimo.

“O entendimento dos deputados é de continuar economizando nesta Casa, para quando houver a disponibilidade de vacina nós termos recurso disponível para contribuir com a compra e ofertar para população”, revelou o chefe do Legislativo.

Mato Grosso já recebeu três remessas de vacinas, 126 mil doses da CoronaVac (laboratório Chinês/Butantan) na primeira, 11 mil doses da CoronaVac na segunda e 24 mil doses da Astrazeneca (Índia/Fiocruz) que não são suficientes para vacinar nem o primeiro grupo.

Desde antes de chegar a primeira remessa, em 18 de janeiro, o governador Mauro Mendes (DEM) disse que já vinha tentando negociar com os laboratórios das duas vacinas e também de outras para adquirir mais doses para a vacinação em massa dos mato-grossenses.

Nenhum dos laboratórios pelo mundo quis abrir a negociação para outros poderes ou mesmo particulares. Por enquanto, estão aceitando vender apenas para os presidentes dos países.

O recurso será da economia feita pela Casa de Leis no último ano, a exemplo dos 80 milhões economizados durante todo o exercício de 2019 e devolvidos ao Executivo no último mês do ano.

Além de Mauro, Botelho também estaria buscando negociação para imunizar os servidores da AL.

Via | RMT

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta