Pela primeira vez na história, o Ministério do Turismo ofereceu apoio financeiro para ações de promoção de destinos turísticos brasileiros a todas as unidades da Federação, de uma só vez. O resultado foi a assinatura de convênio com 16 estados e o Distrito Federal, um investimento de R$ 8,3 milhões. Os recursos devem apoiar as secretarias estaduais de Turismo na construção de campanhas promocionais tanto de rotas turísticas quanto de produtos regionais, com foco no turismo interno e de proximidade (curta distância) que, seguindo tendências mundiais, será um dos principais impulsionadores na retomada do turismo.

“Queremos que o setor de turismo, tão impactado, possa se recuperar e promover o seu turismo interno, seguindo todas as regras de biossegurança que garantam a proteção de turistas e trabalhadores do setor. O objetivo é promover o turismo interno, ou seja, Pernambuco para os próprios pernambucanos, Minas Gerais para os mineiros, mostrar a Paraíba para todos os paraibanos e assim por diante”, destacou o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

Para receber os recursos, as secretarias estaduais de Turismo precisaram cadastrar propostas de promoção dos destinos internos até outubro do ano passado. Ao todo, o Ministério do Turismo recebeu 26 propostas, sendo que Alagoas manifestou não ter interesse naquele momento. Após análise e aprovação pela Secretaria Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, os contratos foram firmados.

O secretário Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, William França, afirma que a intenção foi democratizar o acesso aos recursos para todos os estados do país. Por isso, cada estado pode pleitear um apoio de até R$ 500 mil.

Via | Assessoria Gov.br 

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta