As inscrições para o curso gratuito de formação profissional Técnico em Agente Comunitário de Saúde (TACS) em Mato Grosso, com ênfase em Combate à Endemia, estão abertas até o dia 17 de janeiro pelo site: www.tacsmt.com.br. Até o momento, já foram feitos cerca de 2.500 cadastros, que passam por análise de documentos e aprovação.

No total, foram disponibilizadas 1.200 vagas para todo o estado. A capacitação é voltada exclusivamente para Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate à Endemias (ACE) que possuem ensino médio completo e atuam em Mato Grosso. O início das aulas semipresenciais está previsto para fevereiro.

O curso é oferecido pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), por meio da Escola do Legislativo, com a execução do Instituto Brasil Adentro (IBA), e apoio do Governo do Estado. A iniciativa surgiu após a instalação da Câmara Setorial Temática (CST) dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate à Endemias na ALMT, em agosto do ano passado.

Pela primeira vez, a Assembleia Legislativa tem uma Câmara Setorial que trata exclusivamente dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias no Estado.

“A prioridade é a qualificação desses profissionais, porque além de ser um investimento na área da saúde, também agrega mais conhecimento aos agentes, que estão diretamente nas residências e atendem as primeiras necessidades das famílias de vários municípios de Mato Grosso”, explicou Carlos Eduardo Santos, relator da CST.

A Câmara Setorial Temática é composta por membros representantes do Ministério Público do Trabalho, Ministério Público de Contas, Defensoria do Estado, Sindicato da categoria, União das Câmaras Municipais de Mato Grosso (UCMMAT) e Escola do Legislativo.

Sobre o Curso

Para participar do curso é necessário comprovar atividade na área, possuir ensino médio completo e atuar em Mato Grosso. O curso tem carga horária mínima de 1.200 horas, com módulos semipresenciais, ou seja, todas as aulas em formato de Ensino à Distância (virtual), com duas aulas presenciais por mês nas cidades polos.

Os participantes terão direito a material didático digital e impresso, apoio pedagógico com tutores on-line e presencial, além de aulas práticas. Ao final do curso, previsto para novembro de 2021, o participante terá uma cerimônia de formatura e diploma do curso técnico reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Via | Assessoria

Fotos: Divulgação
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *