Nos últimos dias, banhistas do Lago do Manso, em Chapada dos Guimarães (66 Km de Cuiabá), vêm sofrendo com ataques de piranhas. Neste período, já foram registrados alguns casos de ataque dos animais.

Apesar de alarmante, até então, não houve um caso grave.

De acordo com moradores da região, nesta época do ano, as ocorrências são comuns.

A UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da cidade destacou que os ataques geralmente acontecem nos dedos dos pés. Porém, o Folhamax recebeu fotos de um banhista que teve um dos dedos da mão quase arrancado.

Os bombeiros e a Secretaria de Saúde procuram conscientizar os banhistas sobre os riscos de acidentes. Os ataques ocorrem com maior incidência nesta época do ano, porque as piranhas ficam mais violentas durante seu período de reprodução, que vai até abril.

O Corpo de Bombeiros pede que as pessoas não ultrapassem da altera da água no umbigo, no Lago, e não tomem banho durante o período reprodutivo. Além disso, caso entre na água, procure usar sapatilhas aquáticas para proteger os pés e, principalmente, não jogue comida na água ou ás margens, para evitar atrair as piranhas e também preservar o ambiente.

Via | Folhamax

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *