O novo Laboratório de Análise para o diagnóstico da Covid-19 da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) começou a operar esta semana (22/12) e vai atender à demanda de 14 municípios que integram os Consórcio Intermunicipal de Saúde das regiões Oeste e Sudoeste de Mato Grosso. O laboratório credenciado da Unemat vai contribuir para desafogar a grande demanda enviada ao Laboratório Central de Saúde Pública do Mato Grosso (Lacen).

Juntos, esses municípios têm uma população da ordem de 200 mil pessoas. São eles: Araputanga, Cáceres, Curvelândia, Figueirópolis D’oeste, Gloria D’oeste, Indiavaí, Jauru, Lambari D’oeste, Mirassol D’oeste, Porto Esperidião, Reserva do Cabaçal, Rio Branco, Salto do Céu, São José dos Quatro Marcos, além de Pontes e Lacerda.

“É um esforço conjunto da Unemat, junto à sociedade, com apoio e investimento de instituições públicas expandindo a política de saúde pública”, afirmou a coordenadora do laboratório, professora Leonarda Grillo Neves, doutora em Genética e Melhoramento.

TESTES MOLECULARES VIA RT-PCR – Esse teste identifica a presença do vírus no organismo da pessoa, ou seja, detecta se a infecção está ativa.

A coleta de secreções de vias respiratórias (boca e nariz), acondicionamento e envio de amostras para análises de Covid-19 no laboratório da Unemat são organizados pelas Secretarias Municipais de Saúde ou pelos Laboratórios Centrais de Saúde (Lacen) do estado.

Após esta fase, o material é processado em laboratório. O fluxo de atividades no laboratório da Unemat inclui a recepção de amostras, processamento e extração do RNA viral, testagem desse RNA pela técnica de RT-PCR, confirmação da presença ou a ausência do SARS-CoV-2 e encaminhamento dos resultados à Secretaria de Saúde dos municípios, além de etapas de lavagem e esterilização de materiais e equipamentos.

A estrutura instalada conta com equipamentos como autoclave, ultrafreezers, microcentrífugas, terrmocicladores, estufas, capela, câmara de fluxo laminar, dentre outros.

As análises são feitas por equipe composta por profissionais com expertises, doutores nas áreas de virologia, genética e biologia molecular, além de bolsistas da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat). Dentre eles, Leonarda Grillo Neves, Kelly Lana Araújo, Thiago Alexandre Santana Gilio, Marco Antônio Aparecido Barelli e Tanismare Tatiana de Almeida.

PARCERIA- A parceria da Unemat com Tribunal Regional do Trabalho 23ª Região (TRT23), Ministério Público do Trabalho e OAB/MT possibilitou a compra de insumos, regentes e equipamentos, num investimento na ordem de R$ 565 mil. A Unemat também fez adequações no laboratório de genética molecular vegetal em atendimento às normas de segurança, exigidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Mato Grosso (Lacen-MT).

Via | Agência da Notícia
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *