As campanhas de vacinação contra a poliomielite e de multivacinação em Rondonópolis entram na última semana em 45 unidades de saúde de Rondonópolis e tem como objetivo ampliar a cobertura da imunização de crianças de um a cinco anos incompletos com uma dose extra das gotinhas e também para a atualização da caderneta de vacinação de crianças e adolescentes com idades de zero a 15 anos incompletos. Os pais devem ficar atentos pois as campanhas encerram na próxima sexta-feira (18), já o sábado e o domingo estão reservados para as equipes de Saúde alimentar o sistema de informação do Programa Nacional de Imunização (PNI)

“A vacinação das crianças é um ato simples e dever dos pais e responsáveis. É também um ato de proteção e amor aos filhos. Por isso, estamos reforçando este chamamento dos pais e responsáveis para que levem as crianças de um ano a cinco anos  incompletos para imunização contra a pólio e as de zero a 15 incompletos para atualização da caderneta de vacinas”, destacou a gerente do Departamento de Saúde Coletiva, Gil Machado.

“Acredito que até sexta-feira estaremos com a meta de aplicação de vacina para estas campanhas cumpridas”, completou Gil, ressaltando que para ajudar neste trabalho de chamamento da população para a vacinação. “Os profissionais das unidades de saúde do município têm feito busca ativa das crianças que precisam da imunização”.

A meta desta campanha nacional contra poliomielite é vacinar 95% das crianças de um ano a 4 anos 11 meses e 29 dias. Em Rondonópolis, até a última sexta-feira (11), de acordo com a gerente do Departamento de Saúde Coletiva, foram aplicadas 10.682 doses contra a doença, o que corresponde a uma cobertura de 82,41% das 13.113 que devem ser imunizadas.

Gil Machado ressaltou que a imunização é a única forma de prevenir a doença, também conhecida como paralisia infantil. Uma doença contagiosa aguda causada pelo poliovírus, que pode infectar crianças e adultos por meio do contato direto com fezes ou com secreções eliminadas pela boca das pessoas doentes.

A vacina contra pólio está disponível nas 45 unidades básicas de saúde do município. A exceção são as unidades que atendem ao projeto Sentinela, que são exclusivas para pacientes com sintomas ou tratamento da Covid-19.

Gil observou que não é necessário agendar o atendimento, para receber a imunização.  “Estão disponíveis doses da vacina contra a pólio, bem como da campanha de multivacinação, que visa fazer atualização de vacinas do calendário nacional que podem estar pendentes·, disse, acrescentando que, com  essa atualização, melhorar a cobertura vacinal e garantir a devida proteção contra os vírus que circulam no território e podem provocar cerca de 20 doenças.

O atendimento ao público nas unidades básicas de saúde é das 7h às 11h é das 13h às 17h. Gil informou ainda que os pais e os responsáveis precisam levar até as unidades de saúde apenas a documentação e a caderneta de vacinação das crianças. As unidades de saúde estão preparadas para o atendimento, seguindo orientações e protocolos do Ministério da Saúde. O uso de máscara é recomendado a adultos e crianças a partir de dois anos de idade.

Multivacinação

Na campanha de multivacinação, segundo Gil, o foco é atualizar mais cadernetas de vacinação. Os pais ou responsáveis devem levar as crianças a uma das 45 unidades básicas do município que estão disponíveis para a campanha com a carteira de vacinação em mãos para que um profissional avalie quais doses que devem ser aplicadas, tanto para eventual situação de atraso, falta ou necessidade de reforço.

No total, conforme a gerente do Departamento de Saúde Coletiva da Secretaria Municipal de Saúde de Rondonópolis, são oferecidos 14 tipos de vacinas.

Via | Assessoria  Foto | Wheverton Barros

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *