No ano de 2020, diante da crise financeira desencadeada em razão da pandemia do novo coronavírus, o Governo do Estado trouxe diversas alternativas aos proprietários de veículos para que pudessem colocar a documentação do veículo em dia.

Uma das medidas foi a prorrogação do calendário de pagamento do IPVA e do Licenciamento Anual para o último trimestre do ano. A medida abrangeu veículos com placa finais 4 e 5; 6 e 7; e 8, 9 e 0, bem como os parcelamentos do IPVA já realizados, incluindo os referentes a exercícios anteriores.

No caso do licenciamento, por exemplo, o pagamento para veículos com placas final 8, 9 e 0 pode ser feito até o dia 31 de dezembro. “Essa foi uma forma encontrada pelo Governo de dar um fôlego a mais nas finanças de empresários e pessoas físicas nesse momento de pandemia”, observou o diretor de Veículos do Detran-MT, Augusto Cordeiro.

Além dos prazos prorrogados, os proprietários de veículos também puderam quitar seus débitos veiculares com pagamento parcelado no cartão de crédito, através das empresas credenciadas junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT).

VEJA AS EMPRESAS CREDENCIADAS.

Desde que iniciou o serviço até este mês já foram parcelados mais de R$ 15 milhões em débitos veiculares, entre IPVA – inscrito ou não em dívida ativa, Seguro DPVAT, Taxa de Licenciamento e multas. Com isso, mais de 18 mil veículos conseguiram voltar a circular no Estado com a documentação em dia.

“O parcelamento é uma forma de disponibilizar aos proprietários de veículos alternativa para quitar seus débitos à vista ou em parcelas mensais, saindo da inadimplência e com a imediata regularização da situação do veículo”, destacou o presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos.

Fonte | Assessoria

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *