O acusado foi preso horas mais tarde, quando tentou invadir a casa de duas idosas, ser denunciado e perseguido pela Polícia Militar (PM).

A grávida foi socorrida pela PM e encaminhada ao Hospital Geral, onde deu entrada com um corte no pescoço.

De acordo com as ocorrências, o acusado saiu com a criança por volta das 21h30 do sábado (05), no entanto, até às 0h30 do domingo os dois ainda não voltaram para casa, então a esposa do agressor saiu na procura deles. Ao encontrar o marido, a grávida pegou o sobrinho e voltou para casa, mas o homem continuou na rua.

Às 2h50 o acusado chegou na residência, segundo as vítimas, bêbado e muito agressivo. Durante uma discussão ele teria pegado uma cadeira e espancado a irmã. Logo depois, se armou com uma faca e partiu para cima da esposa, a atingindo na região do pescoço.

As vítimas correram, se trancaram em um dos quartos e ligaram para PM. O acusado ouviu a ligação e fugiu.

Na residência, a jovem reclamava de fortes dores pelo corpo e a grávida tinha um corte no pescoço. As duas foram encaminhadas pela guarnição ao hospital.

Os militares ainda fizeram buscas pela região, mas não localizaram o acusado.

Mais tarde, a PM foi acionada para atender um caso de ameaça na casa de duas idosas, onde o bandido fazia ameaças. Os militares se deslocaram ao endereço e flagraram o criminoso pulando um muro para tentar escapar.

Os policiais realizaram buscas pela região e encontraram o bandido se escondendo dentro de uma casa abandonada, em meio a um matagal, onde foi rendido e preso.

Em contato com o Centro de Operações foi verificado que o acusado é o mesmo homem procurado desde à madrugada pelo atentado contra a esposa e espancamento da irmã.

Uma nova ocorrência foi registrada e o bandido encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, onde foi ouvido pelo delegado e mantido preso.

O acusado deve responder por lesão corporal, tentativa de homicídio e ameaça.

Fonte | RMT

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *