Entre os dias cinco e sete, 31 dos melhores atletas de tênis em cadeira de rodas do país estarão na capital federal para a disputa da etapa 2 do Circuito Brasília da modalidade. Os jogos vão ocorrer na Associação Médica de Brasília, no Distrito Federal.

Estarão na briga pelos títulos, na chave principal de cada categoria, os oito mais bem colocados no ranking nacional. São esperadas as participações dos campeões da etapa anterior, como Daniel Rodrigues (Open masculino – deficientes de membros inferiores), Meirycoll Duval (Open feminino) e Ymanitu Silva (Quad – deficientes em três ou mais membros). No torneio de duplas da primeira etapa, Daniel Rodrigues e Adalberto Rodrigues ficaram com o título no masculino, e Meirycoll Duval e Ana Caldeira foram as melhores no feminino.

Estarão na briga pelos títulos os oito mais bem colocados no ranking nacional.

Estarão na briga pelos títulos os oito mais bem colocados no ranking nacional. – Alexandre Schneider/Exemplus/CPB/Direitos Reservados

Rafael Medeiros, terceiro colocado no ranking nacional da classe Open, voltou recentemente da Europa e vai estrear no circuito. “Voltei na semana passada da Turquia. Fiz bons jogos de simples. Em duplas, consegui ser vice-campeão ao lado de um parceiro chileno. Sai de lá com uma sensação boa. Foi o encerramento da temporada internacional nesse ano difícil de pandemia e tudo. Agora vou partir com tudo para esses torneios lá em Brasília. Acho que vai ser legal. Jogar com amigos em alto nível”, diz o tenista que esteve nas Paralimpíadas de Londres e do Rio de Janeiro.

Na próxima semana, entre os dias 8 e 10, vai ocorrer a etapa 3. Já a Supercopa será disputada logo em seguida, de 11 a 13 de dezembro. As premiações (R$ 30 mil por etapa e R$ 60 mil para a Supercopa) serão divididas igualmente entre as três categorias.

Fonte | Agência Brasil

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *