Produção do Ministério da Cidadania e veiculado nas redes do Governo conta a história de pessoas que tiveram suas vidas impactadas pelo benefício criado pelo Presidente Jair Bolsonaro

O Governo Federal lança, nesta quarta-feira (18), um minidocumentário sobre o Auxílio Emergencial. A produção será publicada nas redes sociais do governo e ficará disponível no YouTube. Nesta terça-feira (17), será divulgado o teaser da produção.O Governo Federal lança, nesta quarta-feira (18), um minidocumentário sobre o Auxílio Emergencial. A produção será publicada nas redes sociais do governo e ficará disponível no YouTube. Nesta terça-feira (17), será divulgado o teaser da produção.

A equipe do Ministério da Cidadania, pasta responsável pela execução do programa, percorreu 11 cidades do interior dos estados da Paraíba e de Pernambuco e entrevistou dezenas de beneficiários do Auxílio Emergencial. A escolha da região se deu pelo fato de que o Nordeste foi a área do País onde, proporcionalmente, mais pessoas receberam os recursos. Cerca de 38% dos nordestinos foram contemplados com o auxílio.A equipe do Ministério da Cidadania, pasta responsável pela execução do programa, percorreu 11 cidades do interior dos estados da Paraíba e de Pernambuco e entrevistou dezenas de beneficiários do Auxílio Emergencial. A escolha da região se deu pelo fato de que o Nordeste foi a área do País onde, proporcionalmente, mais pessoas receberam os recursos. Cerca de 38% dos nordestinos foram contemplados com o auxílio.

O filme tem cerca de 25 minutos e mostra histórias de superação, fé e esperança, e como o Auxílio Emergencial foi fundamental para que as famílias tivessem condições mínimas de atravessar o período mais agudo da pandemia. O documentário revela, ainda, que o programa ajudou a manter a economia funcionando e deu oportunidade para que as pessoas buscassem novas formas de sustentar suas famílias. O filme tem cerca de 25 minutos e mostra histórias de superação, fé e esperança, e como o Auxílio Emergencial foi fundamental para que as famílias tivessem condições mínimas de atravessar o período mais agudo da pandemia. O documentário revela, ainda, que o programa ajudou a manter a economia funcionando e deu oportunidade para que as pessoas buscassem novas formas de sustentar suas famílias.

“O auxílio foi uma grande rede de proteção determinada pelo presidente Jair Bolsonaro”, destaca o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni. “O que esse filme mostra é, justamente, a importância do benefício nessa difícil travessia e que o auxílio foi um dos legados durante a pandemia, entre outras inúmeras ações e investimentos do Governo Federal no enfrentamento dessa crise”, acrescentou.”O auxílio foi uma grande rede de proteção determinada pelo presidente Jair Bolsonaro”, destaca o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni. “O que esse filme mostra é, justamente, a importância do benefício nessa difícil travessia e que o auxílio foi um dos legados durante a pandemia, entre outras inúmeras ações e investimentos do Governo Federal no enfrentamento dessa crise”, acrescentou.

O Auxílio Emergencial é considerado o maior programa de assistência social do mundo, sendo pago a mais de 68 milhões de beneficiários e atingido mais da metade de toda a população brasileira. Ao final do programa, recursos da ordem de R$ 330 bilhões terão sido investidos pelo Governo Federal. O Auxílio Emergencial é considerado o maior programa de assistência social do mundo, sendo pago a mais de 68 milhões de beneficiários e atingido mais da metade de toda a população brasileira. Ao final do programa, recursos da ordem de R$ 330 bilhões terão sido investidos pelo Governo Federal.

Fonte | Assessoria Ministério da Cidadania

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *