A Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), presidida pelo deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), propôs, por meio da Indicação n.º 4.494/2020, ao diretor da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Rubens Sadao Okada, a aquisição de aparelhos infravermelhos para serem distribuídos às coordenadorias regionais da instituição no âmbito de Mato Grosso.

Este equipamento, denominado por Agilent Techonlogies – modelo 4.500ª FTIR, tem a finalidade de dar celeridade aos resultados dos laudos periciais de análises com entorpecentes. Em Mato Grosso, somente as cidades de Cuiabá e Pontes e Lacerda contam com o aparelho e, com isso, acabam atendendo todas as outras unidades da Politec.

Infravermelho – O perito criminal Júnior Stefanelli, gerente regional da Politec, em Pontes e Lacerda (MT), explica que o aparelho Infravermelho tem o propósito de analisar a cocaína e a maconha para ter um laudo definitivo, o que consequentemente contribui para um resultado rápido e com o trabalho dos servidores da unidade.

O gerente explica que há três anos utiliza o equipamento, adquirido por meio de recursos do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) com o apoio do Ministério Público Estadual, no valor de R$ 67 mil. Ele assinala que Pontes e Lacerda é o primeiro município do interior de Mato Grosso a contar com essa tecnologia, sendo que antes só conseguiam fazer o laudo preliminar. Logo, este documento era encaminhado à Politec de Cuiabá para gerar o resultado definitivo a ser validado.

Powered by Rock Convert

Conforme o perito criminal, havia uma grande demora na obtenção de uma análise definitiva que levava até seis meses e, agora, o laudo final fica pronto em poucos minutos. “Esse aparelho será um ganho para cada coordenação da Politec. Aqui já fazemos a segunda análise e a leitura, o que gera os dois resultados”, ressalta Stefanelli.

Claudinei considerou bastante relevante essa tecnologia, tanto que propôs a indicação juntamente com os outros integrantes da Comissão de Segurança Pública para que as outras unidades da Politec não precisem ficar dependentes dos resultados da sede de Cuiabá.

A instituição realiza outras atribuições, como a realização de perícias de criminalística e para auxiliar ações civis públicas, medicina legal, odontologia legal, serviços de identificação civil e criminal.

Fonte | ALMT

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *