Marca foi alcançada após transferência de mais R$ 1,4 bilhão a 3,6 milhões de pessoas, nesta sexta-feira

Powered by Rock Convert
O Auxílio Emergencial foi pago a 3,6 milhões de pessoas nesta sexta-feira (13.11), sendo que 2,9 milhões delas receberam a segunda parcela da extensão do benefício. O total transferido foi de R$ 1,4 bilhão, com R$ 958,9 milhões indo para o maior público. Com isso, o Governo Federal ultrapassou R$ 250 bilhões em investimentos no Auxílio Emergencial, que chega diretamente a 67,8 milhões de cidadãos e impacta positivamente mais da metade da população brasileira.

“Alcançamos nova marca histórica, que demonstra o empenho do Governo Federal em proteger e dar condições de sobrevivência àqueles que mais necessitam. Criamos uma rede de proteção social que virou referência no mundo pela dimensão e eficiência na operação”, pontuou o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

Com as transferências desta sexta-feira para os beneficiados que fazem aniversário em agosto, o Governo Federal encerra mais uma semana de pagamentos correspondentes ao Ciclo 4. O próximo crédito nas contas digitais será no domingo (15.11) para 3,6 milhões de cidadãos nascidos em setembro. Mesmo contingente dos nascidos em outubro, que recebem na segunda-feira (16.11).

Na quarta-feira (18.11), será a vez de 3,4 milhões de pessoas nascidas em novembro. Na sexta-feira (20.11), o mesmo número de cidadãos, aniversariantes em dezembro, recebem o benefício, encerrando o Ciclo 4. Até o fim do ano serão mais dois ciclos de pagamentos, que englobam tanto quem recebe o Auxílio Emergencial original quanto quem recebe a extensão.

Regras da extensão

A extensão do Auxílio Emergencial começa a ser paga assim que a pessoa tiver recebido a quinta parcela do benefício original, seguindo o cronograma de depósitos e com a data limite de 31 de dezembro.

Quem se cadastrou pelo aplicativo ou pelo site da Caixa e recebeu o benefício em abril terá creditado na conta nove parcelas, assim como todos os integrantes do Bolsa Família cujo valor do Auxílio Emergencial é maior que o recebido por meio do programa de transferência de renda.

Quem recebeu a primeira parcela em abril já foi beneficiado com os cinco depósitos do Auxílio Emergencial. Essas pessoas vão ter outras quatro parcelas da extensão até dezembro.

Quem teve a primeira parcela creditada em maio recebeu o quinto depósito em outubro e receberá três parcelas da extensão. E assim ocorre sucessivamente, dependendo da data em que a pessoa começou a receber o Auxílio Emergencial.

Fonte | Assessoria Ministério da Cidadania
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *