O prefeito José Carlos do Pátio (SD) exaltou como escolha certa o nome do empresário Aylon Arruda (PSD) como vice de chapa. Para ele, caso reeleito, o Social Democrata vai atuar como ‘chanceler’ da prefeitura e, assim, garantir a vinda de mais empresas e, consequentemente, gerar empregos ao município.
Em reunião nos bairros Coophalis e Jardim HD na noite desta quinta-feira (12.11), os candidatos ao pleito pela Coligação ‘Rondonópolis nos Trilhos do Desenvolvimento Econômico e Social’ (Solidariedade, Rede, PCdoB, PSD, PV, PP e PTB), enfatizaram aos moradores a parceria pelo projeto de expansão da cidade.
“Eu escolhi o Aylon, este jovem e bem sucedido empresário, para que ele traga mais empresas para cá. E com a competência garantida dele, que enquanto presidente do Sindicato Rural, organizou a Exposul, podemos articular com as grandes empresas e trazê-las para Rondonópolis. A partir deste grande projeto, vamos garantir mais empregos à população”, disse.
“Enquanto ele estiver viajando e articulando com estas grandes empresas, eu posso ficar na prefeitura para cuidar do meu povo. É a partir deste projeto que eu tenho fé que vamos melhorar ainda mais a cidade. Rondonópolis está melhorando muito e vai melhorar ainda mais conosco”, completou.
Não teve dúvidas
Após o discurso do prefeito, o empresário Aylon Arruda disse que se sentiu lisonjeado pelo convite. Ele, que nunca havia participado de um pleito eleitoral antes, afirmou que se sente seguro e preparado ao lado de José Carlos do Pátio, que tem 40 anos de experiência na vida pública.
“Quando eu recebi o convite do prefeito e vi o projeto de governo, não tive dúvidas sobre a escolha de entrar nesta campanha. Rondonópolis me deu tudo que tenho hoje, e senti que havia chegado a hora de recompensar esta cidade com a minha experiência como empresário”, afirmou.
Ainda em discurso, o candidato à vice destacou a admiração e o caráter de Pátio, como ser humano e representante público. “Eu topei, porque é José Carlos do Pátio. Um homem honesto que trabalha dia e noite pelo seu povo. E digo que se fosse outra pessoa, não teria aceitado o convite. Aceitei porque é ele. E estou pronto para construir pontes e derrubar muralhas com ele”, finalizou.
Fonte | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *