O candidato ao Senado, Nilson Leitão (PSDB), foi o segundo a participar da rodada de reuniões on-line, promovida pela Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Mato Grosso (Facmat). O encontro foi nesta terça-feira (27.10) à noite, por videoconferência.

Ele apresentou suas propostas, caso seja eleito senador, e defendeu as reformas tributária e administrativa como prioridade para o país, que precisa diminuir o tamanho do estado para manter e ampliar a sua capacidade de investimento naquilo que é fundamental para o cidadão. Também falou, em vários momentos do encontro, da necessidade de revisão da Constituição Federal.

“Vou propor rever a nossa Constituição, precisamos simplificar o entendimento para todos os cidadãos”, pontuou Leitão, que possui longa trajetória política. Ele atuou como vereador e prefeito de Sinop, também exerceu funções como deputado estadual e federal.

Segundo ele, a reforma tributária precisa acontecer. “O estado é pobre pela desigualdade regional, Mato Grosso precisa rever a estrutura da máquina pública”, explicou o candidato ao presidente da Associação Comercial de Água Boa, Nelcindo Iappe, que fez uma observação sobre a tributação estadual.

Nilson ainda saiu em defesa de um novo Pacto Federativo, alegando a necessidade de menos centralização de recursos com a União e mais dinheiro na ponta, nos municípios. Para ele, a descentralização de recursos da União refletirá em melhorias para a população, maior eficiência na aplicação de recursos públicos e na diminuição das desigualdades regionais.

Para Jonas Alves, presidente da Facmat e da Associação Comercial de Cuiabá (ACC), o encontro atingiu o objetivo da entidade, que é debater assuntos de interesse da categoria econômica, assim como conhecer futuras ações dos concorrentes ao Senado, seus projetos para geração de emprego e renda, além de benefícios para a comunidade.

“Esse ambiente é democrático, estamos aqui para ouvir e conversar sobre ações e decisões dos candidatos que implicam no futuro do nosso Estado, já que eles nos representam diante do país e tem importante função na criação de leis que impactam a vida do empresário”, ressaltou Jonas.

Também participaram do encontro os presidentes das Associações Comerciais de Sinop, Klayton Gonçalves; Pontes e Lacerda, Eridson Vieira; Juara, Irene Nascimento; Primavera do Leste, Ubiratan Ferreira; Pedra Preta, Aparecida Domingos Nascimento Machado; Tangará da Serra, Junior Rocha; Campos de Júlio, Veroni Antônio Barrichello; Campo Verde, Lori Glesse; Diamantino, Sandra Baierle; Rondonópolis, Ernando Cabral; além dos diretores da Facmat, Osvaldo Martinello e Manuel Gomes, e da executiva Rita Matos e da gerente da ACC, Samanta Fernandes.

Sobre a Facmat
A Facmat representa 56 Associações Comerciais e Empresariais no Estado e mais de 18 mil empresas de todos os segmentos econômicos. Integra a CACB – Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil, sistema associativista composto por mais de 2300 Associações em todo o país, com mais de 2 milhões de empresários.

Confira as agendas já confirmadas com os demais candidatos ao Senado:
– 02/11 (segunda-feira), às 19h30 – Valdir Barranco
– 03/11 (terça-feira), às 18h – José Medeiros
– 04/11 (quarta-feira), às 8h – Carlos Fávaro
– 04/11 (quarta-feira), às 16h – Feliciano Azuaga
– 05/11 (quinta-feira), às 19h30 – Reinaldo Morais
– 06/11 (sexta-feira), às 8h – Rubia Fernanda

Fonte | Assessoria

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *