Curso livre ensina a aproveitar proteínas, vegetais e frutas, fazendo com que rendam receitas saborosas e práticas

O desperdício de alimentos é uma realidade que preocupa países ao redor do mundo. Um levantamento, realizado pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO)* em 2019, aponta que 20% das perdas alimentares acontecem na América Latina e Caribe, embora 47 milhões de pessoas enfrentem situação de fome nestas localidades.

Entram na conta todas as etapas da cadeia produtiva, ou seja, desde a colheita até a distribuição nos supermercados. No Brasil, a matéria-prima refugada (rejeitada) em feiras livres, armazéns e demais pontos de venda poderia alimentar 11 milhões de pessoas.

Atento à importância de contribuir com a mudança de comportamento da sociedade, o Senac EAD oferece um curso livre de Aproveitamento Integral de Alimentos, no qual o participante recebe informações práticas sobre como aproveitar ao máximo proteínas animais, vegetais e frutas. Além disso, o aluno terá acesso a conteúdos que abordam os aspectos econômicos, nutricionais e sustentáveis dos produtos que usualmente consome.

Aproveitando a reflexão proposta pelo Dia Mundial da Alimentação, comemorado no mês de outubro, a instrutora de gastronomia do Senac EAD, Roseli Candêo, compartilhou dicas de como aproveitar alimentos presentes nas refeições das famílias brasileiras. Para a profissional, uma boa refeição não precisa de muito tempo para ser feita e o segredo é unir planejamento e organização. “Precisamos de carboidrato, proteína, vegetais e, de preferência, um prato muito colorido. Com vários carboidratos e proteínas pode-se fazer uma quantidade maior, fazer porções e congelar, isto faz com que se reduza o tempo de preparo em até 5 vezes”, detalha.

Dica de proteína animal

Uma das carnes mais apreciadas pela população brasileira é o frango, porém, muitas pessoas dispensam carcaça e miúdos por considerarem que não é possível aproveitá-los. A instrutora do Senac EAD apresenta algumas opções práticas e que podem ser bastante saborosas e nutritivas. “Com a carcaça do frango é possível produzir um excelente caldo que pode ser utilizado no cozimento do arroz, sopa ou até mesmo substituindo água e leite no preparo da massa de pão. Outra opção é levar ao forno para dar uma tostada e fazer um cozimento com salsão, cenoura, beterraba ou alho poró. Depois de temperar a gosto, deixe esfriar e pode congelar para uso posterior”.

As vísceras, também chamadas de miúdos, podem ser refogadas e assadas, ou ainda, trituradas e misturadas com carne moída ou feijão. É uma alternativa para servir nas refeições e proporcionar maior nutrição aos pratos do cotidiano.

Roseli reforça que o conceito de aproveitamento de alimentos pode contribuir para melhor utilização de vegetais e carnes, considerando o cenário de desigualdade social da população e de famílias com baixo poder aquisitivo. “As cestas básicas com custo mais acessível ou distribuídas à população carente não contemplam vegetais e frutas, que têm vitaminas e minerais tão necessários ao desenvolvimento. Os produtos desperdiçados em feiras livres, supermercados e centros de distribuição poderiam ter partes reaproveitadas e distribuídas para quem precisa, em formato de conservas, geleias e produtos desidratados”, observa.

A instrutora acrescenta que o frango é muito versátil e pode ser “transformado” em outros pratos muito apreciados. “A carne assada, por exemplo, pode se transformar em receitas saborosas como: fricassê, farofa, bolinho, recheio de coxinha, sanduíches, tortas e empadões. Já quando estiver cozida pode ser base para o preparo de canjas e caldos”, finaliza.

Sobre o Senac EAD

Com mais de 70 anos de atuação em educação profissional, o Senac foi pioneiro no ensino a distância no Brasil. A primeira experiência nesta modalidade se deu em 1947 com a Universidade do Ar, em parceria com o Sesc, que ministrava cursos por meio do rádio.

A partir de 2013, com o lançamento do portal Senac EAD, a instituição ampliou a sua atuação em todo o país. Hoje, oferece um amplo portfólio de cursos livres, técnicos, de graduação, pós-graduação e extensão a distância, atendendo todo o Brasil e apoiados por mais de 350 polos presenciais para avaliações.

Acesse a programação completa de cursos do Senac EAD em http://www.ead.senac.br Há também uma programação diversificada de cursos presenciais que pode ser conferida em www.senac.br
Fonte | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *