Nesta segunda-feira (5) a agenda do candidato a prefeito de Rondonópolis, Thiago Muniz (DEM) começou antes do sol nascer. Junto com o vice, Ibrahim Zaher (PSB), o democrata ouviu as angústias dos trabalhadores da empresa de transporte público, Cidade de Pedra, que temem pelo emprego, mas ao mesmo tempo estão ansiosos por melhor qualidade do serviço público.

Há quase quatro anos, a empresa de transporte público Cidade de Pedra, funciona com contrato emergencial. Já foram quatro tentativas de licitação sem sucesso desde então, mas nenhuma empresa se apresenta para assumir.

Essa instabilidade, gerou nos últimos anos a redução da frota de ônibus e demissões na empresa. E os usuários acabam sendo os maiores prejudicados, pois não contam com ônibus novos, climatizados e com mais linhas para atender e diminuir o tempo de espera. De acordo com a administração da Cidade de Pedra, a empresa conta com 130 funcionários, sendo 85 motoristas e são 24 ônibus rodando. Mas, já chegou a ter praticamente o dobro dessa quantidade.

O resultado disso, é que Rondonópolis atualmente é a segunda cidade com mais motociclistas no Estado, pois o transporte público não atende com a qualidade que a terceira maior cidade do Mato Grosso necessita.

Para os funcionários da empresa, a falta de resolução do problema, gera incertezas constantes sobre a manutenção do emprego. De acordo com a atendente de almoxarifado, Maiara Souza, que está há um ano na empresa, a insegurança faz com que ela e os colegas já sintam na pele a questão da redução salarial e o medo de ser demitidos ou que uma nova empresa não absolva a mão de obra deles. “Temos muito medo porque nós precisamos desse emprego para estar cuidando da nossa família. Rondonópolis precisa de mais suporte no transporte, pois está muito difícil, até nosso salário caiu com essas crises que estão acontecendo”, disse.

Para Thiago, o problema do transporte público, é que ele tem sido deixado em último plano. O candidato acrescenta que a municipalização não é o caminho. Na visão do democrata é necessário que a prefeitura tenha melhor diálogo com as empresas, e faça com que Rondonópolis seja um lugar viável de investimento nesse setor. “A Prefeitura tem que fazer uma concessão bem-feita, com prazo longo e transparente. Para que a empresa possa ter tempo de planejamento e também oferecer ônibus melhores. E principalmente ter a ajuda da Prefeitura, até a empresa conseguir respirar”.

Outro ponto destacado na reunião foi a valorização dos trabalhadores, que principalmente nessa pandemia, estão expostos a contaminação e trabalham em ônibus, quase todos, sem climatização. Além da garantia que eles continuem com o emprego, mesmo havendo a troca de empresa. “Nós precisamos pensar em uma ação no transporte, que mesmo que a empresa Cidade de Pedra não ganhe a concessão, porque pode ser outra empresa, mas que tenha a garantia na manutenção do emprego de vocês. Nós precisamos ter a garantia que a empresa possa vir e que o contrato dê segurança para que ela possa trocar a frota de ônibus. E não será através da municipalização que isso irá acontecer”, pontuou Ibrahim Zaher.

Thiago Muniz e Ibrahim Zaher são candidatos pela coligação “Unir para Crescer” que é composta pelos partidos MDB, PSB, PSC, PDT e Democratas.

Fonte | Assessoria

Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *