Auditores da Controladoria Geral do Estado de Mato Grosso (CGE-MT) participaram, neste mês, de treinamento online em técnicas de entrevistas, interrogatórios e detecção de mentiras. O curso foi ministrado por Thompson Cardoso, professor de Inteligência Policial da Academia Superior de Polícia Civil do Rio Grande do Sul.

O objetivo da capacitação foi aprimorar as habilidades e táticas dos profissionais da CGE-MT para conduzir entrevistas quando da execução de auditorias e avaliações de controle interno, bem como para conduzir interrogatórios quando da realização de procedimentos punitivos em desfavor de agentes públicos e empresas contratadas, a fim de obter o maior número de informações úteis para o objetivo pretendido.

“A ideia do curso foi capacitar os auditores no sentido de colher mais informações tanto em entrevistas para trabalhos de auditoria quanto em interrogatórios para produzir mais provas para a finalidade de procedimentos administrativos voltados a apurar a conduta de servidores e pessoas jurídicas”, destacou o organizador do treinamento, auditor Renan Zattar, da Secretaria Adjunta de Corregedoria Geral da CGE-MT.

Nesse contexto, o palestrante abordou aspectos verbais e não verbais necessários para maximizar a produção de informações em entrevistas e interrogatórios. “E, concomitantemente, a inferir efetivamente quanto à veracidade destas informações produzidas para, com o domínio dos fatos, prover a admissão ou confissão, sendo, pois, ferramenta indispensável para a função de auditores estaduais”, destacou o professor Thompson Cardoso.

O curso foi dividido em quatro módulos, com abordagens teóricas e exercícios práticos. No primeiro módulo, o palestrante tratou da análise do discurso, em que abordou os mitos e as verdades na leitura de sinais corporais, apresentou técnicas utilizadas pela Polícia Federal Norte-Americana (FBI) e a Polícia Judiciária de Londres em entrevistas e apresentou tecnologias na detecção das mentiras (polígrafo, analisadores de voz etc).

O segundo módulo foi voltado ao planejamento dos questionamentos e à análise dos aspectos não verbais em uma entrevista. No terceiro módulo, o palestrante explanou sobre técnicas de análise profunda de veracidade de informações do discurso de entrevistados.

Já o último módulo foi voltado às técnicas de interrogatório, em que foram abordadas questões como: planejamento, fases, táticas e postura do auditor em interrogatórios.

Sobre o palestrante

Professor de Inteligência Policial da Academia Superior de Polícia Civil do Rio Grande do Sul e professor convidado da Escola Superior de Polícia de Goiás, Thompson Cardoso possui 12 anos de experiência como palestrante e professor de técnicas de entrevistas, interrogatórios e detecção de mentiras em empresas, universidades e instituições governamentais.

Na bagagem, acumula cursos realizados com a Polícia Federal Norte-Americana (FBI), o Grupo de Armas e Táticas Especiais de Los Angeles, o Dr. Ray Bull (consultor da Polícia Judiciária de Londres e maior autoridade da Europa em entrevistas e detecção de mentiras) e o Dr. Rui Mergulhão Mendes (maior autoridade de Portugal na área de linguagem não verbal no gerenciamento de situações de crise).

Fonte | Assessoria CGE-MT

Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *