Adolescente foi indiciada pela Polícia Civil, que destacou que ela no mínimo assumiu o risco de matar a amiga

O Ministério Público Estadual (MP), por meio da Promotoria de Infância e Juventude, protocolou uma representação pedindo a internação de B.O.C., de 15 anos, responsável pelo tiro que matou Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos.  O pedido foi assinado pelo promotor de Justiça Rogério Bravin.

O inquérito policial feito pela Delegacia Especializada do Adolescente (DEA), conduzido pelo delegado Wagner Bassi, apontou que B. cometeu ato infracional análogo a homicídio doloso, ou seja, no mínimo assumiu o risco de matar.

O MP seguiu a conclusão apresentada pela polícia e agora cabe ao Poder Judiciário acatar ou não o pedido. Caso o pedido seja deferido, B. pode ficar até três anos internada no Complexo Socioeducativo Pomeri, na Capital.

Caso 

Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos, morreu, após levar um tiro no nariz que atravessou sua face e saiu pela nuca, na noite de 12 de julho, na casa da família Cestari, no condomínio Alphaville I, no bairro Jardim Itália, em Cuiabá.

Isabele passou a tarde na casa da amiga B.O.C., onde fez uma torta de limão e jantou no local. Próximo da hora de retornar para sua casa, no mesmo condomínio, ela levou um tiro disparado por B.

Fonte | RMT

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *