O novo boletim epidemiológico também apresenta queda na média de novos casos registrados e aumento nos casos de pessoas recuperadas da doença em todo o país

A atualização do cenário epidemiológico no Brasil, apresentada nesta quarta-feira (2/9) pelo Ministério da Saúde, mostrou queda de 11% na média de óbitos por Covid-19 registrados no país. Caindo de 7.018 mortes registradas no período de 16 a 22 de agosto para 6.212 óbitos registrados entre 23 a 29 de agosto. O novo Boletim Epidemiológico também apontou queda de 1% nos registros de novos casos da doença no mesmo período, passando de 265.266 casos, para 263.791 novos registros. Além disso, do total de casos confirmados no país, 80,3% das pessoas contaminadas já estão recuperadas da doença (3,2 milhões).

Em todo o país, 17 estados apresentaram queda nos registros de novos óbitos e sete apresentaram estabilização. Em relação aos novos casos confirmados, 11 estados apresentaram queda nos registros e sete mostram estabilidade. “Esse é o resultado de muito esforço e trabalho que temos realizado para fortalecer o SUS neste período. E, além das nossas ações para conter o avanço da doença, é também o resultado da atuação dos profissionais de saúde que estão na linha de frente salvando vidas e garantindo qualidade de vida a esses pacientes infectados”, destacou o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros.

Durante a apresentação, ainda foi apresentado quantitativo de testes distribuídos para diagnóstico da Covid-19 no Brasil. Até 31 de agosto, o Ministério da Saúde distribuiu mais de 14,3 milhões de testes para diagnósticos da Covid-19, sendo 6,3 milhões de RT-PCR (biologia molecular) e 8 milhões de testes rápidos (sorologia). A pasta distribui os testes conforme a capacidade de armazenamento dos estados e disponibiliza centrais de testagem, que podem ser utilizadas pelos gestores locais quando a capacidade de produção dos laboratórios estaduais chega ao seu limite.

Até o dia 29 de agosto, foram realizados mais de 5,1 milhões de exames de RT-PCR para Covid-19, sendo 2,8 milhões na rede pública e 2,2 milhões nos laboratórios privados. Sobre os testes sorológicos, segundo dados do sistema e-SUS Notifica, foram realizados no país mais de 7,1 milhões de exames nas redes pública e privada.

RASTREAMENTO DE CONTATOS DE CASOS CONFIRMADOS

O Ministério da Saúde também lançou uma ação para rastreamento e monitoramento de contatos de casos de Covid-19. O investimento federal de R$ 369 milhões permitirá o fortalecimento de ações locais para identificação precoce e assistência adequada de contatos de casos de Covid-19, interrompendo a cadeia de transmissão e permitindo a redução do contágio pela doença. A iniciativa permitirá, ainda, a avaliação regular da situação epidemiológica local relacionada ao coronavírus para subsidiar o planejamento conjunto das ações da Vigilância em Saúde e da Atenção Primária à Saúde.

Fonte | Assessoria Agência Saúde

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *