O Ministério da Agricultura (Mapa) estima que o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) deste ano, com base nas safras de julho, seja de R$ 742,4 bilhões, 10,1% acima do obtido em 2019, que foi de R$ 674,2 bilhões.

As lavouras tiveram crescimento real de 12,3%, e a pecuária, 6,1%. As lavouras representam 66,5% do faturamento e a pecuária, 33,5%.

De acordo com nota técnica da Secretaria de Política Agrícola do Mapa, vários produtos têm apresentado recordes de produção em 2020: amendoim (20,4%), milho (15%), soja (22,4%), trigo (69,6%), feijão (13,5%) e cacau (18,8%). Na pecuária, os destaques são carne bovina e suína, com aumentos do VBP de 12,6% e 6,2%, respectivamente.

Outros produtos com bom desempenho, de acordo com o Mapa, são café, cana-de-açúcar, banana, arroz e laranja. Já com resultados inferiores estão algodão, banana, batata inglesa, mamona, mandioca, tomate e uva.

Os resultados deste ano estão relacionados ao alto desempenho da safra de grãos, que deve alcançar 253,7 milhões de toneladas, conforme projeção da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). “Em grande parte, esses números refletem o aumento das safras de soja e de milho. Os preços agrícolas mostram-se também favoráveis aos agricultores, e têm sido boas as condições do mercado internacional quanto à taxa de câmbio e à demanda externa”, diz a nota.

Entre os estados, os cinco com melhores resultados são: Mato Grosso, Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Goiás, que, juntos, representam 61,2% do VBP. No caso das regiões, o Centro-Oeste lidera com 32,8% do VBP nacional, seguido por Sudeste, 25,8%; Sul, 24,9%; Nordeste, 9,9%; e Norte, 6,6%.

Fonte | Assessoria MAPA

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *