Denúncia foi feita pela própria avó, que afirma ter a guarda provisória do menino e que a usuária de drogas foi até a casa dela para tentar levá-lo à força

Uma mulher não identificada foi acusada pela mãe de negociar o próprio filho, um bebê de 3 meses, na noite desta segunda (3), no Centro de Cuiabá. A avó tem a guarda temporária do neto de 3 meses, pois a filha é usuária de drogas e deixou o bebê aos seus cuidados.

Segundo a avó, a filha foi foi até sua casa e tentou retirar a criança à força de lá. Sendo impedida, a usuária fez ameaças, afirmando que é membro do Comando Vermelho e que iria acionar a facção para matar a avó de seu filho. Segundo a a avó da criança, ela soube de informações que a acusada estaria negociando a venda do bebê.

Após a denúncia, policiais foram até a residência da vítima, no centro de Várzea Grande, onde a acusada ainda estava. O boletim de ocorrência aponta que no momento que os policiais chegaram, a irmã da vitima partiu para cima da usuária de drogas, sendo necessário intervenção.

A Polícia Militar acionou o Conselho Tutelar e encaminhou as partes para a Central de Flagrantes. A ocorrência foi registradas às 19h50 desta segunda-feira (04).

Fonte | RMT

Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *