Está disponível o resultado preliminar do edital nº 31/2019, do Programa de Desenvolvimento Profissional de Professores da Educação Básica no Canadá. A lista com os nomes pré-selecionados para capacitação no país norte-americano foi publicada na edição desta segunda-feira, 3, do Diário Oficial da União. A iniciativa é promovida pelo Colleges and Institutes Canada (CICan) em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Cento e dois professores de escolas públicas da educação básica brasileira participarão de curso de aperfeiçoamento no Canadá. Foram selecionados profissionais concursados de todo o Brasil atuantes em sala de aula. Eles foram separados por regiões — as cinco do País estão incluídas — e em três módulos: educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental, anos finais do ensino fundamental e ensino médio.

Durante oito semanas, eles terão aulas de inglês básico e módulos temáticos que abordam a aprendizagem centrada no aluno e na gestão da sala. Ao participarem do programa, os professores assumem o compromisso de disseminarem os conhecimentos adquiridos, bem como o de participarem como multiplicadores quando solicitados pela CAPES ou pelas secretarias de educação às quais estiverem vinculados.

Cada um dos participantes deve desenvolver um projeto de intervenção pedagógica a partir da sua própria experiência profissional, a ser desenvolvido na escola. O objetivo do programa é compartilhar conhecimentos em um país com sistema educacional de referência para aprimorar a rede pública de ensino do Brasil.

“A qualidade da educação básica no nosso país ainda é um grande desafio e este novo programa de capacitação docente é mais um esforço do MEC no sentido de contribuir para a melhoria do processo de ensino e aprendizagem na Escola Pública, por meio do conhecimento de novas abordagens pedagógicas utilizadas em sistemas educacionais mais avançados”, disse Benedito Aguiar, presidente da CAPES.

Os professores terão acesso a conhecimentos e inovações pedagógicas para serem utilizados na melhoria do processo ensino e aprendizagem das escolas onde atuam. Os selecionados terão direito à passagem aérea internacional (ida e volta), ajuda de custo, seguro-saúde, deslocamento no trajeto aeroporto-universidade-aeroporto, curso de formação, material didático e alojamento.

Com a publicação do resultado preliminar, está aberta até 13 de agosto a fase de recursos. A divulgação do resultado final está prevista para 02 de setembro. O início das atividades no Canadá dependerá do desenrolar da pandemia do novo coronavírus, mas, por ora, está marcado para a segunda quinzena de maio de 2021. Na primeira edição do programa, realizada no ano passado, outros 102 professores participaram da capacitação.

Confira o resultado preliminar aqui.

Fonte | Ministério da Educação

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *