Além de Walter Tapias Tetilla, morreram em Mato Grosso os médicos Fernando Augusto Moreno Gurginski, Gabriele Righetti Neto, Marcel Gonçalo Baracat de Almeida e Reinaldo Rodrigues de Oliveira.

Um dos primeiros médicos ortopedistas a atuar em Cuiabá, Walter Tapias Tetilla, 65 anos, morreu na noite desse sábado (18) vítima da Covid-19.

Conforme o Conselho Regional de Medicina (CRM), Tetilla foi internado há cerca de um mês e nos últimos dias o seu quadro clínico era considerado grave.

A presidente do CRM-MT, Hildenete Monteiro Fortes, reitera que a classe médica está consternada. “É um momento triste para todos nós, perdas irreparáveis. Perdemos cinco médicos, colegas, para essa doença traiçoeira, dois somente nesse sábado. Externamos nossa preocupação, pois pelo menos outros quatro profissionais estão internados em UTIs, na capital”.

Hildenete alerta a todos os profissionais que estão trabalhando na linha de frente de combate ao coronavírus, para que redobrem os cuidados e que façam o uso correto dos Equipamentos de Proteção Individual.

“Nossa classe está vulnerável, principalmente aqueles que estão na linha de frente. Espero que a população perceba a gravidade desta pandemia. A cada dia as consequências estão chegando perto de todos nós”, completou.

Além de Walter Tapias Tetilla, morreram em Mato Grosso os médicos Fernando Augusto Moreno Gurginski, Gabriele Righetti Neto, Marcel Gonçalo Baracat de Almeida e Reinaldo Rodrigues de Oliveira.

Fonte | G1

Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *