Paciente não pode receber visitas por causa da doença e mulher queria vê-lo antes que ele fosse entubado. Ela foi detida por se passar por funcionária da Santa Casa, inclusive se vestiu de técnica de enfermagem.

Uma jovem foi detida nessa quarta-feira (15) depois que se passou por técnica de enfermagem e entrou em uma área restrita do Hospital Santa Casa, em Cuiabá, para poder ver o marido dela que está internado com coronavírus (Covid-19) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do local.

De acordo com a Polícia Militar, a suspeita, de 25 anos, se vestiu de técnica e se apresentou como funcionária ao segurança do hospital. O nome dela não foi divulgado.A jovem foi detida por falsidade ideológica e levada à Central de Flagrantes de Cuiabá.

O marido dela, por estar na ala de tratamento de Covid-19, não pode receber visitas.

A jovem também mentiu ao segurança que seria o primeiro dia de trabalho dela e que ela precisava falar com a enfermeira responsável pela UTI.

O segurança a acompanhou até a enfermeira, mas a farsa foi descoberta pelos funcionários. A jovem foi levada até a sala da assistência social do hospital até que a PM chegasse.

Quando conversou com os policiais, a jovem relatou que queria ver o marido dela antes dele ser entubado por causa da internação por Covid-19.

Ela também revelou que já foi infectada pela mesma doença há 16 dias, mas que foi curada.

A Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso (SES-MT) disse que a ala de pacientes com Covid-19 não pode receber visitas, no entanto, os familiares recebem boletins médicos sobre o quadro clínico das pessoas internadas.

A SES-MT reforçou também que as famílias recebem apoio de assistentes sociais e psicólogos do hospital em caso de terem dúvidas ou insegurança.

Fonte | G1

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *