Abraham Weintraub publicou em sua conta no Twitter que, após decisões do Congresso, sugere que estudantes inscritos sejam ouvidos sobre nova data

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, usou sua conta no Twitter para sugerir que o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) seja adiado por 30 ou 60 dias após a decisão do Senado em pedir o adiamento do Exame devido a situação de pandemia causada pelo coronavírus.

Weintraub insistiu, ainda, na necessidade de ouvir os estudantes que já estão inscritos no Enem.

Na terça-feira (19), o ministro informou, também pelo Twitter, que os candidatos inscritos poderão escolher uma nova data do exame por meio da Página do Participante, no fim de junho.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou, também na terça-feira (19), que há consenso no Congresso Nacional para o adiamento do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2020. E assim que o texto aprovado chegar na Câmara, deve ser votado.

Pelo calendário atual, as inscrições vão até sexta-feira (22) e as provas estão marcadas para 1º e 9 de novembro. Já o Enem Digital seria aplicado nos dias 22 e 29 de novembro.

 

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *