Investigações da Polícia apontam que prefeitura de Rondonópolis comprou aparelhos de empresa de fachada; um acusado está preso e outro foragido

Investigações da Polícia Civil de Rondonópolis apontam que a Life Med Comércio de Produtos Hospitalares e Medicamentos EM, com sede em Palmas (TO), é na verdade uma empresa de fachada que tem como dono um “laranja”. Nos documentos, o dono é Jesus de Oliveira Vieira de Souza, que está com a prisão preventiva decretada, mas está foragido.

De acordo com o delegado Santiago Rozendo Sanches, que coordena as investigações sobre a compra de 22 respiradores falsificados pela prefeitura de Rondonópolis, Jesus é pedreiro e motorista e sua última residência, onde a equipe da polícia esteve, fica em um dos bairros mais pobres de Palmas.

Por outro lado, Ramos de Freitas e Silva Filho, que se apresenta como vendedor e fez a negociação com a prefeitura, é o dono de fato e está preso desde o dia 30 de março.

De acordo com o delegado, Ramos também mora em Palmas, em condomínio de luxo e tem um alto padrão de vida. Nessa semana, foram apreendidos dois veículos de Ramos, uma SW4 e uma moto Kawasaki.

Rozendo destaca que a empresa foi aberta em setembro do ano passado com um capital de R$ 100 mil, o que já demonstra que seria impossível, em curto espaço de tempo, fazer negociações como a realizada com a prefeitura de Rondonópolis, no valor de R$ 4,1 milhões.

Pelo CNPJ, consta que a principal atividade da empresa é a venda de cosméticos.

Veja abaixo documentos oficiais com nome da empresa e do dono no papel.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte | RMT     Foto | Gazeta MT

Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *