A Prefeitura de Rondonópolis está realizando uma “força tarefa” com fornecimento de estrutura para garantir a segurança e um pouco de conforto à população que busca receber atendimento nas unidades da Caixa Econômica Federal, evitando a aglomeração e assim diminuir o contágio do Covid-19.

Dessa, forma as secretarias municipais de Governo, de Saúde e de Transporte e Trânsito junto com o Gabinete de Apoio à Segurança Pública (Gasp) realizaram reunião com representantes da Caixa Econômica Federal, comandantes do 18º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC) e da Polícia Militar na tarde desta terça-feira (05).

O município por meio da Secretaria de Governo fornecerá para a agência localizada na rua Arnaldo Estevão quatro tendas 10x10m e 400 cadeiras para que a população possa esperar sentada e com sombra. Além de quatro banheiros químicos, sendo dois para uso masculino e dois para uso feminino.

Para montagem da estrutura será necessário atuação da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Setrat) para bloquear o movimento de veículos na quadra que fica entre as avenidas Amazonas e Marechal Rondon a partir da noite desta quarta-feira (06). Devido a inviabilidade da remoção e remontagem diária das tendas, esse trecho da rua ficará fechado até a próxima semana.

A movimentação da agência fixada na avenida Cuiabá é menor, por isso a organização acompanhará com 200 cadeiras e dois banheiros químicos, um para cada gênero. Em relação ao bloqueio da via urbana, apenas meia pista estará interditada.

A Polícia Militar entra na parceria com disponibilização de equipe para organizar a fila de pessoas sentadas e evitar o descumprimento do distanciamento de 1,5 metros entre os cidadãos.

A Caixa informa que está atendendo das 8 às 14 horas com distribuição de senhas marcadas com horários prévios, por exemplo uma quantidade de senhas para pessoas serem assistidas das 8 às 9 horas, outras unidades de fichas para atendimento entre 9 às 10 horas e assim sucessivamente. Essa medida visa liberar as pessoas de ficarem esperando em frente ao banco, pois podem sair e retornar no horário estabelecido.

A ideia inicial do projeto partiu da Secretaria de Governo na última segunda-feira (04) buscando mais dignidade aos cidadãos que buscam receber o Auxílio Emergencial do Governo Federal e estavam expostos às condições temporais sem acomodação adequada para aguardar o atendimento.

Fonte | Assessoria

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *