A adolescente de 14 anos relatou que foi abusada pelo pai desde os 8 anos de idade, e que os abusos aconteciam com ameaças feitas com uso de arma de fogo. Ele filmava e fazia fotos das agressões e dos abusos praticados contra a filha.

Um idoso de 68 anos foi preso, na terça-feira (28), suspeito de abusar sexualmente de três menores de idade, uma delas sua própria filha, de 14 anos, em Cuiabá. O suspeito usava uma arma para ameaçar a vítima e praticar os abusos. Ele também filmava as ações.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações iniciaram no dia 13 de abril, quando a ex-companheira do suspeito e mãe de uma das vítimas descobriu que ele estava abusando sexualmente da própria filha, de 14 anos. Diante da informação, a menor foi ouvida e revelou que era abusada pelo pai desde os 8 anos de idade, e que os abusos aconteciam com ameaças feitas com uso de arma de fogo.

Além das ameaças, ele filmava e fazia fotos das agressões e dos abusos praticados contra a filha, sendo apresentada uma fotografia em que o suspeito ostenta a arma de fogo ao lado da menor. Durante as investigações, foram levantadas informações sobre outras duas vítimas, que atualmente são maiores de idade e foram criadas como filhas do suspeito. Elas também foram abusadas por ele.

Em cumprimento à ordem judicial na residência do investigado no bairro Jardim Cuiabá, inicialmente ele negou que tivesse qualquer objeto ilícito na casa. No entanto, durante as buscas os policiais da Deddica encontraram o revólver calibre 38 dentro da caixa d’água da residência.

Diante do fato, o suspeito foi conduzido à delegacia onde foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, além de responder pelo crime de estupro de vulnerável em inquérito policial.

O suspeito tem passagem anterior por importunação sexual, sendo detido pela Polícia Militar, no ano passado, próximo a uma escola no bairro Jardim Cuiabá, ocasião em que estava oferecendo dinheiro para meninas menores de idade para manter relação sexual com ele.

Fonte | G1  Foto | PMMT

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *