A federação afirma que isto vai ajudar na retomada da economia local e que as medidas trazem alivio para muitos empresários, já que eles terão a chance de salvar seu negócio e também os empregos que são gerados a partir dele.

Após algumas semanas de isolamento social determinado pelos governos municipal e estadual, para combate à pandemia do novo coronavírus, a maioria das cidades do estado já estão autorizadas a reabrir o comércio, de acordo com a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Mato Grosso (FCDL).

A federação afirma que isto vai ajudar na retomada da economia local e que as medidas trazem alivio para muitos empresários, já que eles terão a chance de salvar seu negócio e também os empregos que são gerados a partir dele.

Os estabelecimentos, em grande parte dos municípios, começaram a ser fechados logo após o decreto estadual . Com as medidas adotadas pelo governo, após o primeiro caso de paciente infectado por Covid-19 ser registrado em Mato Grosso decretos municipais estabelecendo o fechamento do comércio passaram a ser publicados.

No entanto, após o decreto estadual assinado pelo governador Mauro Mendes (DEM) no dia 26 de março, que permite o funcionamento do comércio, desde que os estabelecimentos sigam as normas de segurança, prevenção e combate ao coronavírus, vários municípios têm feito alterações em medidas restritivas para prevenir a doença.

A federação afirma que a reabertura do comércio vai ajudar na retomada da economia local. Na capital, a volta do funcionamento está programada para a próxima segunda-feira (27), porém, em horário reduzido das 10h às 16h. Já os supermercados em Cuiabá, passarão a ter horário das 6h30 às 21h00 com objetivo de diminuir as aglomerações. Outros serviços serão liberados de forma gradual, a partir do dia 4 e 11 de maio.

Em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, os estabelecimentos comerciais retornaram suas atividades, incluindo atendimento ao público, com atendimento de 50% de sua capacidade, em horário comercial.

Em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá, a prefeitura pulicou um novo decreto, no dia 30 de março, atualizando as medidas de prevenção ao novo coronavírus. Entre as determinações, estava a liberação total do comércio no município.

Em Rondonópolis, a 218 km da capital, o funcionamento do comércio e de locais que podem ter aglomerações de pessoas, como igrejas e restaurantes, foram liberados desde o dia 15 de abril, com a condição de que sejam respeitadas algumas regras de segurança.

Em Sinop, no norte do estado, a prefeitura divulgou o novo decreto autorizando o funcionamento de bares, lanchonetes, restaurantes, padarias, lojas de conveniência e outros locais que vendem alimentos.

Outros municípios também já publicaram decretos suspendendo o fechamento dos estabelecimentos.

A FCDL alerta que, para a reabertura, todas as medidas de segurança devem prevalecer, tanto por parte dos empresários quanto por parte da população.

Fonte | G1  Foto | Divulgação

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *