Juliana era sobrinha do prefeito de Cáceres e estava internada na UTI há 15 dias

O município de Cáceres (225 km a oeste de Cuiabá) registra o segundo óbito pela Covid-19, e o oitavo em Mato Grosso. Juliana Matsushita, de 24 anos, é a vítima mais jovem da doença no Estado. Sobrinha do prefeito de Cáceres, Francis Maris, Juliana estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Luiz há 15 dias. Ela não resistiu e faleceu na tarde desta quinta-feira (23).

O prefeito relatou que a sobrinha realizou o teste de Covid-19 em Mirassol D’Oeste, onde morava, quando os primeiros sintomas apareceram, mas o resultado deu falso negativo. Como os sintomas se agravaram, ela foi para Cáceres e foi internada diretamente na UTI. Outro teste foi realizado no Hospital São Luiz, confirmando que ela estava com Covid-19.

A jovem não tinha comorbidades, mas era obesa, o que tem se mostrado um agravante nos casos de pessoas infectadas pela Covid-19.

Juliana era casada e, de acordo com Francis, o esposo da sobrinha apresentou sintomas de uma gripe forte e os dois estavam em isolamento social.

A primeira vítima em Cáceres foi um idoso de 82 anos. Ele também morreu no Hospital São Luiz, no dia 18 deste mês. A esposa dele, uma senhora de 69 anos, também foi contaminada, mas está curada. A informação é que o casal foi infectado pelo coronavírus durante uma viagem a São Paulo.

Hoje pela manhã, Rondonópolis confirmou o segundo óbito por Covid-19 na cidade. O paciente, um homem de 68 anos, morreu na tarde de ontem (22) por volta das 18h40, no Hospital Regional da cidade, mas o teste para Covid-19 só saiu hoje. Este foi o sétimo óbito por Covid-19 em Mato Grosso.

A secretaria municipal de Saúde informou que o paciente deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no último domingo (19), sendo transferido para o Hospital Regional na terça-feira (21).

A primeira morte em Mato Grosso foi registrada em Lucas do Rio Verde, no dia 3 de abril. O homem, de 54 anos, tinha diabetes e hipertensão.

No dia 8 foi registrado o segundo óbito do Estado, em Cáceres.

O terceiro óbito foi em foi no dia 08/04, em Rondonópolis, de um idoso de 75 anos que lutava contra um câncer.

No dia 11/04 morreu um homem de 34 anos de Aripuanã, sem históricos de doença.

No dia dia 15/04 foi registrada a primeira morte em Cuiabá, a 5ª do Estado. O paciente tinha 79 anos.

No dia 20/04 morreu um paciente de 54 anos de Barra do Garças, que era cardiopata.

O último boletim divulgado pela secretaria de Estado de Saúde (SES), na tarde de hoje, aponta que em Mato Grosso já são 221 casos confirmados da doença, sendo que 88 pacientes estão em isolamento domiciliar e 109 estão recuperados. Há ainda 17 pacientes hospitalizados, sendo 11 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) – um deles era Juliana – e seis em enfermaria.

Os casos confirmados estão em Cuiabá (108), Rondonópolis (35), Sinop (14), Várzea Grande (12), Primavera do Leste (6), Tangará da Serra (5), São José dos Quatro Marcos (5), Mirassol D’Oeste (5), Cáceres (4), Barra do Garças (3), Rio Branco (2), Jaciara (2), Aripuanã (2), Vila Bela da Santíssima Trindade (1), União do Sul (1), Pontes e Lacerda (1), Pontal do Araguaia (1), Nova Mutum (1), Nova Monte Verde (1), Lucas do Rio Verde (1), Lambari D’Oeste (1), Ipiranga do Norte (1), Conquista D’oeste (1), Confresa (1), Canarana (1), Campo Novo do Parecis (1), Alta Floresta (1) e residentes de outros Estados (4).

Nas últimas 24 horas, surgiram 16 confirmações nos municípios de Cuiabá (6), Rondonópolis (2), Sinop (1), Várzea Grande (1), Primavera do Leste (2), São José dos Quatro Marcos (1), Jaciara (1), Pontal do Araguaia (1) e Confresa (1).

Fonte | RMT   Foto | Redes sociais

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *