Expectativa é que o laboratório comece a funcionar em maio. A universidade prevê fazer de 15 a 30 testes por dia.

O laboratório da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), campus de Sinop, a 503 km de Cuiabá, está sendo preparado para fazer testes rápidos para o novo coronavírus.

O município tem 11 casos confirmados da Covid-19, conforme boletim divulgado nessa quarta-feira (15). Ao todo, são 151 casos registrados no estado.

A universidade informou que está aguardando junto à Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) o credenciamento para receber as amostras e realizar o teste de covid-19.

Atualmente, apenas o Laboratório Central de Mato Grosso (Lacen-MT), em Cuiabá, tem habilitação para fazer os exames de maneira oficial na rede pública do estado.

O laboratório em Sinop ainda será montado para a realização dos testes. Um dos aparelhos essenciais para a detecção do vírus, o PCR, já foi adquirido.

“Agora estamos esperando outros materiais chegarem para adequarmos o laboratório. São materiais importados e demoram de 15 a 30 dias para chegar. Depois que adequarmos, o Lacen habilita nosso laboratório”, explicou a farmacêutica e professora da UFMT, Gisele Facholi Bomfim.

A data para a realização dos testes ainda não foi definida, mas a expectativa é que o laboratório comece a funcionar em maio. A universidade prevê fazer de 15 a 30 testes por dia.

Serão R$ 153 mil doados pelo Rotary Club e pela Usina Hidrelétrica de Sinop. Os recursos serão usados para a compra dos outros dois equipamentos que faltam e testes rápidos.

“Esse tipo de teste feito aqui vai trazer uma rapidez nos procedimentos dos pacientes”, ressaltou o coordenador do projeto Rotary, Mario Mateus Sugizaki.

Fonte | G1   Foto | UFMT

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *