A jovem de 16 anos foi morta estrangulada em Boa Vista, após admitir ter namorado e tido um filho com chefe de facção criminosa rival

Bruno Valadares Cardoso, 18 anos, confessou à Polícia Civil de Roraima que manteve relações sexuais com Alessandra Costa, 17, e que, em seguida, ela foi executada por outros dois membros da facção criminosa da qual ele faz parte. De acordo com informações do G1, o crime foi planejado.

O suspeito afirmou, em depoimento, que iria pegar um carregador para despistar Alessandra enquanto os outros homens entravam no local. Um imobilizou a vítima enquanto o outro aplicou um golpe chamado mata-leão, que a sufocou.

Bruno contou que decidiu matar Alessandra após ela confessar que já namorou e teve filho com um dos chefes da facção rival. A irmã de Bruno foi apreendida por participar do crime, e Mike André da Silva também foi preso.

O crime
Alessandra foi vista pela última vez na manhã de terça-feira (03/03), quando saía de casa para a escola, em Boa Vista. A menina de 16 anos, amiga da vítima, confessou ter participado do crime. Ela levou a polícia até o local onde estava o corpo da vítima.

A jovem teria sido morta por estrangulamento, segundo dados divulgados pela perícia. Os autores ainda amarraram os braços e as pernas da vítima com um pano. Depois a levaram para uma área de mata, às margens do Anel Viário, e atearam fogo em seu corpo.

Fonte | Metrópoles

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *