O médico E.M.J., 30 anos, que teve um mandado de prisão cumprido nesta terça-feira (12) por agredir a namorada foi liberado após passar por audiência de custódia ainda na tarde de ontem. Ele irá cumprir medidas cautelares, como a proibição de se aproximar da vítima.

A situação teria acontecido no início do mês. O médico chegou a ser ouvido durante o inquérito e teve a ordem de prisão expedida pela Vara de Violência Doméstica de Cuiabá. Ele irá responder pelos crimes de ameaça e lesão corporal, conforme previsão na Lei Maria da Penha.

Esta não é a primeira vez que E.M.J. foi detido por agredir uma companheira. Em fevereiro deste ano, ele foi preso acusado por crimes de ameaça e lesão corporal, contra a empresária A.G.H. Na época, a namorada o acusou de agressão física e moral.

Ele ainda teria feito uma ameaça, dizendo que ‘ia picar a filha da vítima’.

CASO DE 2017

E.M.J foi preso em 2017 após agredir outra namorada, na época  uma professora. Segundo o relato da vítima, ela foi agredida com socos e tapas no rosto e na cabeça.

Além das agressões, a mulher contou que ofendida com palavras de baixo calão e ameaçada caso acusasse o suspeito. Ele ainda disse que divulgaria um vídeo íntimo da vítima, caso mantivesse a denúncia. Neste caso, o médico foi ouvido e depois liberado.

Fonte | Folhamax

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *