João Bento Espíndola, de 44 anos, foi assassinado a tiros enquanto dormia após filho entrar na casa com pelo menos outros dois criminosos, simulando um assalto, segundo a polícia.

Um jovem de 18 anos foi preso nessa sexta-feira (20), em Sinop, a 503 km de Cuiabá, suspeito de envolvimento na morte do próprio pai durante uma simulação de assalto, no dia 26 de agosto deste ano.

O filho teria entrado na casa junto com pelo menos outros dois criminosos, simulando um assalto.

Os criminosos entraram no quarto onde o construtor João Bento Espíndola, de 44 anos, dormia com a mulher, que é mãe do suspeito, e um deles atirou na cabeça da vítima.

O morador chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas acabou morrendo.

De acordo com o delegado da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos (Derf), Ugo Mendonça, além do casal, outro filho estava presente na casa. Ele e a mulher não se feriram.

Os criminosos levaram uma caminhonete que pertencia a João Bento e obrigaram esse outro filho, que não tem participação no crime e já estava na casa, a dirigir o veículo.

Depois de percorrer alguns quilômetros, os criminosos liberaram a vítima em outro bairro da cidade e abandonaram a caminhonete em outro lugar.

Ainda não se sabe qual teria sido a motivação do crime.

O caso continua sendo investigado e a polícia ainda está em busca dos outros suspeitos.

Fonte | G1

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta