Modelo que acusa Neymar de estupro não entregou o aparelho, que pode conter provas sobre o caso, como havia prometido em depoimento

A Justiça emitiu um mandado de busca e apreensão do celular de Najila Trindade, que acusa Neymar de estupro. A modelo havia dito que entregaria o aparelho que pode conter provas sobre o caso, em depoimento, mas não cumpriu com a promessa.

Najila havia prometido que entregaria o celular até o dia 11 de junho. Após o fim do prazo, a polícia civil pediu que a justiça emitisse um mandado. O pedido foi acatado no dia 12, porém, até o momento, a policia civil não conseguiu encontrar Najila, que não é vista em seu apartamento.

Ainda segundo a publicação, o Ministério Público se manifestou favorável ao pedido para que as conversas entre a modelo e Neymar, além de uma outra, com uma amiga da suposta vítima, seja analisada, afim de colher provas para a elucidação do caso.

Fonte | R7

Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *