Cirlene Pereira do Nascimento, de 26 anos, está grávida de 3 meses e alegou que esfaqueou o marido, Israel Henrique Candida, de 29 anos, para se defender das agressões. A situação ocorreu na quarta-feira (1º) e o marido teria fugido na mesma noite.

Ela disse à polícia que o marido chegou em casa alcoolizado, bateu nela e, para se defender, pegou uma faca de cozinha e atacou o companheiro. Ela chegou a ser detida, mas foi liberada.

Israel será indiciado de acordo com a Lei Maria da Penha.

O olho roxo e o rosto praticamente todo machucado mostram a violência sofrida pela mulher.

O caso aconteceu na casa do casal no Bairro Residencial San Diego. Segundo o boletim de ocorrência, a vítima tentou ligar para a polícia, mas o homem quebrou o celular dela. Os vizinhos ajudaram e chamaram os policiais.

Ele fugiu da UPA sem receber nenhum atendimento médico. De acordo com a vítima, essa não é a primeira vez que as agressões acontecem.

A Polícia Civil vai investigar o caso como Maria da Penha e agora procura pelo agressor.

Fonte | Folhamax

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta