Cuiabá deve continuar registrando 40°C até a sexta-feira (14) e a umidade deve permanecer entre 12% e 20%.

A maioria dos municípios de Mato Grosso, entre eles Cuiabá, está em estado de alerta devido às altas temperaturas e a baixa umidade. A última chuva registrada em Cuiabá e municípios vizinhos, foi há 90 dias, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Os meteorologistas preveem que o clima deve melhorar a partir da segunda quinzena deste mês.

“Pode chover pouco na sexta-feira (14) em algumas regiões isoladas, chuvas de maiores proporções devem acontecer no fim do mês. Caso chova no Norte do estado, o clima deve melhorar, mas a diferença será pouca.

De acordo com o Instituto, Cuiabá bateu o recorde de calor e baixa umidade, em 2018, nesta terça-feira (11). Os termômetros registraram 40,3°C e umidade de 12%.

Conforme a previsão, Cuiabá deve continuar registrando média de 40°C até sexta-feira (14) e a umidade deve permanecer entre 12% e 20%, com possibilidade de novos recordes.

Segundo a meteorologista Marina Padilha, o ideal é que a umidade esteja acima de 50%. No entanto, é normal que Mato Grosso não tenha chuvas neste período.

“A grande massa de ar seco impede a passagem da frente fria e a formação de nuvens para chuva e, consequentemente, a umidade fica baixa. Estamos em um período de seca, que é característico da nossa região”, explicou.

Incêndios

Devido ao clima, o Inmet alerta para o risco de incêndios florestais e problemas de saúde, como ressecamento da pele, desconforto nos olhos, boca e nariz.

As recomendações são as seguintes: beber bastante líquido, não praticar atividades físicas entre 10h e 16h, evitar exposição ao sol nas horas mais quentes do dia e usar hidratante e umidificar o ambiente.

Fonte | G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *